22 de Novembro de 2019, atualizado ás 16:11

10 coisas que apenas a nação rubro-negra vai entender



Por: | Esportes

Compartilhar:
         

Quem tem seu time de coração sabe as alegrias e tristezas que sofre e que passa. Com a nação rubro-negra não é diferente e para demonstrar essa autenticidade separamos 10 coisas que só um torcedor do Flamengo vai entender.

SIGA => A FOLHA HOJE NO GOOGLE NEWS

Nas palavras de Nelson Rodrigues, um escritor tricolor de coração, o Flamengo é descrito da seguinte maneira:

“Há de chegar talvez o dia em que o Flamengo não precisará de jogadores, nem de técnico, nem de nada. Bastará a camisa, aberta no arco. E, diante do furor impotente do adversário, a camisa rubro-negra será uma bastilha inexpugnável”.

(radiolitoranea.com.br)

Será? Realmente é nessa intensidade?

Pois então separamos 10 coisas que só um torcedor de futebol do rubro-negro vai entender.

Assista: PARTIDAS AO VIVO

1 – Os outros têm torcida, o Flamengo, uma Nação

10 coisas que apenas a nação rubro-negra vai entender
(goal.com)

Já ouviram a ilustre frase para se caracterizar um local com muitas pessoas: “tem a torcida do Flamengo inteira lá”?

Pois bem, essa expressão tem uma verdade inegável, pois são cerca de 40 milhões de torcedores rubro-negro palpitando juntos pelo time.

É maior que a população somada de Portugal, Grécia e Holanda!

De fato, uma nação.

2 – Só nós gostamos mesmo de Fio Maravilha

10 coisas que apenas a nação rubro-negra vai entender
(extra.globo.com)

“Fio Maravilha, nós gostamos de você”. Não existe qualquer brasileiro que já tenha frequentado festas que não conheça essa música, de Jorge Bem Jor.

E o cantor começa entoar o refrão, independentemente do time, todo mundo entra em euforia.

Mas só os rubro-negros, mesmo, sentem o prazer de reverenciar “com inspiração” João Batista Sales, o Fio Maravilha.

3 – Natal é em 03 de março

10 coisas que apenas a nação rubro-negra vai entender
(imortaisdofutebol.com)

Considerado o maior ídolo da história do clube, o Galinho de Quintino segue inalcançável no coração dos torcedores do Flamengo.

Tanto que a data de aniversário é celebrada, ano após ano, como um verdadeiro “Natal” para os rubro-negros.

Que natal papai Noel que nada, negócio mesmo é dia 03 de março, quando é significante, quando é verdadeiro.

4 – Quem é penta é o Brasil. O Flá é hexa

10 coisas que apenas a nação rubro-negra vai entender
(trivela.com.br)

Quem confere a validade de um título não é uma caneta num escritório com ar-condicionado.

É o calor da torcida, inflamada dentro do estádio e depois nas ruas.

Se algum rubro-negro não comemorou o título da Copa União de 1987, não é de fato um torcedor fiel.

Só quem clama pelo time, que sente o coração bater durante a partida, que chora quando as coisas não saem bem em campo e que está lá, quase de mãos dadas com os jogadores e técnicos, em expectativa, entende como é a sensação de ganhar um título como esse e de comemorar.

Nada mais gratificante que sair com os amigos, familiares, conjugues e quem mais quiser participar da diversão, para falar sobre o grande jogo e festejar as vitórias.

Ser campeão por seis vezes, ser hexa é muito! E deve ser celebrado!

5 – Nós não temos rivais

10 coisas que apenas a nação rubro-negra vai entender
(esportes.r7.com)

Quem não possui seus invejosos de plantão? Seus inimigos acirrados, que não conseguem se contentar com a mixaria de seus times e inventam de “por dedo” no grande Flamengo?

Não tem chororô, freguesia ou purpurina: o Flamengo tem a vocação para ser odiado por todos os outros clubes da cidade, mas a verdade é que os rubro-negros não estão nem aí.

Pois é, um rubro-negro entende e sabe quando os ditos rivais estão na espreita buscando nos atingir, mas a verdade é que um torcedor Mengão de verdade não se importa.

Pelo contrário, se diverte, porque o importante é saber que o Mengão está na boca de todos, no pensamento de todos, seja por bem ou por mal.

Os outros continuam falando mal, mas falam de nós.

Torcedor rubro-negro é feito Ivete Sangalo: fale bem, ou fale mal, mas fale do Flamengo.

6 – Ronaldo Angelim é (muito) ídolo

10 coisas que apenas a nação rubro-negra vai entender
(oglobo.globo.com)

Tente explicar para qualquer torcedor de outro clube que Ronaldo Angelim já era ídolo antes mesmo de marcar o gol do título. Vai ser uma conversa falida.

Ronaldo Simões Angelim, mais conhecido como Ronaldo Angelim, nascido em Porteiras no dia 26 de novembro de 1975, é um ex-futebolista brasileiro que atuava como zagueiro.

Nascido na cidade de Porteiras, na região do Cariri no interior sul do Ceará, Ronaldo Angelim mudou-se, ainda recém-nascido, para a cidade de São Paulo, local de registro de seu nascimento.

Porém, logo em seguida, sua família voltou ao Ceará, onde Ronaldo Angelim veio a crescer, numa comunidade próxima à cidade de Juazeiro do Norte.

Um dos momentos mais importantes de sua carreira foi o gol do título do Flamengo no Campeonato Brasileiro de 2009.

Em 2006, foi contratado pelo Flamengo, onde teve a oportunidade de ocupar a vaga de titular, em várias partidas.

Mesmo assim, ainda não havia conseguido se firmar no time Rubro-Negro. Contudo, mesmo que sem muito prestígio, acabou vendo diversos zagueiros passarem pelo clube e serem dispensados, enquanto se mantinha no elenco.

Foi no segundo semestre de 2007, com a chegada de Fábio Luciano, que Angelim encontrou um perfeito entrosamento com um companheiro de zaga e, desta forma, não deixou mais a vaga de titular.

LEIA TAMBÉM:

+Musas do Brasileirão 2019: Charme e Beleza são Atitude
+Pará compara e diz que Santos 2010 jogou mais bonito que Flamengo deste ano

Tal destaque rendeu elogios de nada menos que Ronaldo “Fenômeno”, que afirmou achar Ronaldo Angelim “o zagueiro ideal” e que “gostaria de tê-lo como companheiro de equipe”.

Em 2009, na última rodada do Campeonato Brasileiro, Angelim fez o gol do título para o Flamengo aos 25 minutos do segundo tempo, virando o jogo contra o Grêmio, que naquele momento empatava em 1 a 1 com o Rubro-Negro Carioca:

“Eu me considero um torcedor, jogo com a alma. Procuro jogar com raça porque sou flamenguista desde criancinha e o mínimo qu eposso fazer é correr quando entro em campo.”

Em 20 de fevereiro de 2011, disputou sua última partida pelo Flamengo, pela semifinal da Taça Guanabara.

Onde o Jogo Aconteceu?

O jogo aconteceu no Engenhão, com 26.854 pessoas, que viram o empate com o Botafogo pelo placar de 1 a 1 e logo em seguida a vitória flamenguista nos pênaltis por 3 a 1.

Angelim marcou o primeiro gol do jogo e o seu último gol pelo Flamengo aos 14 do primeiro tempo.

Ele se despediu do Flamengo com apenas uma frustração: a de não ter conquistado a Taça Libertadores da América.

O jogador ficou eternizado na torcida rubro-negra que lhe garantiu a citação em uma canção, que relata todos os heróis das conquistas dos campeonatos brasileiros do clube.

” … Bonita foi a festa do Hexa com o Imperador, o gol do Angelim no escanteio que o Pet cobrou … “

Viu só? É uma saga incrível e que só um torcedor fã e fiel sabe.

Ninguém vai entender o real significa, acredite, não perca seu tempo tentando fazê-lo.

Só o rubro-negro sabe o que é sofrer de emoção e chorar de alegria pela garra, determinação e pelo amor à camisa do nosso zagueiraço dos agrestes.

O gol do hexa foi só o começo de uma saga incrível para Ronaldo Angelim.

7 – Aquele abraço, Gilberto Gil

(youtube.com)

Só pra constar, Gilberto Gil é tricolor de carteirinha, coitado dele.

Mas o abraço foi para o Mengão. Dizem que era uma ironia, mas tudo bem. Tricolor só deve ficar pensando em ironizar o Flamengo mesmo.

É uma rixa antiga, até entendível, mas o bom é que o Mengão ficou registrado na letra e na intensão, mesmo sendo desdenhosa e ironizada.

Está com o Flamengo na cabeça, isso é o que importa.

8 – Obina é melhor que Eto’o sim

(livroanacao.blogspot.com)

Claro que é. O camaronês já marcou gols em decisões da Copa do Brasil e do Campeonato Carioca?

Pois é… Tenho mais nada a declarar depois disso.

Aliás, tenho sim: só chora e assiste a nação rubro-negra crescer e se destacar. Porque Jorge Jeus veio com tudo e não brinca em serviço.

9 – Prata na nossa casa vale ouro

Tem muito clube por aí que adora comemorar contratação como se fosse título. O Flamengo é diferente.

Depois de uma geração que ganhou tudo que podia e não podia vindo da própria casa, o torcedor rubro-negro sabe que o Urubu tem ninho farto para trazer títulos.

Berço de craques como Zico, Junior, e mais. Não dá pra negar que craque o Mengão faz em casa.

10 – Série B é só pela TV

É uma questão de não estar fazendo nada e precisa ver um joguinho para relaxar.

Porque é a única opção para o Flamengo estar na série B.

Só assim para o torcedor rubro-negro ter algum tipo de contato com ela. Até porque, subir na marquise do Maracanã é inviável. Pobres adversários.

Agora, diga-me você torcedor rubro-negro, conhece todos os 10? Conta para nós!

Faltou alguma? Deixa aqui nos comentários quais perolas ainda faltam.




G M Rhaekyrion

Escritora de ficção e fantasia, colunista de site em entretenimento, moda, saúde, beleza e bem-estar. Bióloga por formação, pela Universidade Federal de Alagoas e, eventualmente, faço criticas narratológicas para escritores de ficção.

  

0 Comentários