Até o final de novembro a primeira parcela do 13º salário será depositada na conta dos trabalhadores. Geralmente, a maior parte dos brasileiros usa o dinheiro para pagar dívidas atrasadas.

No entanto, uma pesquisa divulgada na quinta-feira pela Câmara Nacional de Dirigentes Lojistas afirmou que, neste ano, 32% dos trabalhadores devem gastar com presentes para o fim de ano.


RELACIONADAS



A mesma pesquisa ainda mostrou que 21% querem usar a grana extra nas comemorações de Natal e Ano Novo.

Loading...

Foram entrevistadas 968 pessoas e 30% delas pretendem guardar o dinheiro. Especialistas dão dicas sobre como investir o décimo terceiro. A ideia é mostrar opções de investimentos a partir de R$ 1 mil.

Miguel de Oliveira, diretor da Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade, diz que, apesar de render pouco, a poupança é a melhor opção para esse valor.

Loading...

Poupança pode não ser a melhor opção para o seu 13º salário

13º salário
Onde investir o seu 13º salário. (Imagem: Divulgação)

Miguel explica que devido a crise, várias pessoas ficaram sem dinheiro. Logo, a tendência é que o 13º terceiro seja investido e retirado em pouco tempo para pagar contas de início de ano. Oliveira sugere a poupança por não tem imposto e taxa de administração.

Mas Paula Zogbi, analista da Rico Investimentos, discorda de Oliveira e afirma que há outras opções mais rentáveis, mesmo com a cobrança do IR. São elas:

Tesouro Selic: Ele consiste em um título pós-fixado emitido pelo Tesouro Nacional. Basicamente, trata-se de um empréstimo do seu dinheiro para o governo federal por determinado período. Como retorno, você receberá uma taxa de juros que, por sua vez, corresponde à rentabilidade.


CDBs: O Certificado de Depósito Bancário (CDB) é um título de renda fixa extremamente seguro, que é emitido pelos bancos como forma de captação de recursos com o objetivo de financiar suas atividades. Ele funciona como um “empréstimo” do investidor para as instituições financeiras, e em troca desse empréstimo a instituição te devolve o dinheiro corrigido com os juros.

Loading...


Fundos DI: Também denominados Fundos de Renda Fixa Referenciados DI, os Fundos DI são fundos que aplicam no mínimo 95% do patrimônio nos títulos públicos federais do Tesouro Direto (atrelados ao CDI ou Selic) ou em títulos privados de baixo risco.

A especialista também destaca outros investimentos que rendem mais do que poupança e não cobram IR. Porém, são aplicações de longo prazo

• LCI (Letra de Crédito Imobiliário)
• LCA (Letra de Crédito do Agronegócio)
• CRIs (Certificados de Recebíveis Imobiliários)
• CRAs (Certificados de Recebíveis Agrícolas)
• Debêntures

Os LCI e LCA são emitidos por bancos e empresas, e os CRIs e CRAs são emitidos por companhias securitizadoras.

Debêntures são títulos de dívida emitidos por empresas de capital aberto ou fechado para captar recursos para o seu caixa e financiar projetos de infraestrutura.

Esse tipo de investimento gera três formas de rendimento: pós-fixado (CDI ou IPCA), prefixado ou híbrido (misturando as duas modalidades de rendimento).

Loading...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui