Aconteceu: ‘ciclone bomba’ assusta moradores de Santa Catarina
O fenômeno aconteceu na região Sul do Brasil, tendo causado grandes estragos em Santa Catarina. Até o momento, três mortes foram notificadas.
Anderson Gomes - 30 de Junho de 2020 às 20:44:00

Nesta terça-feira (30), muitos moradores do estado de Santa Catarina tiveram um susto durante a madrugada. Um ‘ciclone bomba‘ se formou na região, causando pelo menos três mortes. A formação do fenômeno vem ocorrendo entre os dias 29 e 30.

Especialistas afirmam que as rajadas de ventos ultrapassaram os 100km/h. Bem como, boa parte das cidades do estado ficaram sem energia elétrica, devido ao ‘apagão’ causado pela passagem do ciclone.


RELACIONADAS



Em Chapecó, no Oeste de Santa Catarina, uma idosa morreu ao ser atingida por uma árvore de araucária. Em Santo Amaro da Imperatriz, um homem acabou morrendo depois de receber uma forte descarga elétrica após uma árvore derrubar as afiações de um poste. A última morte confirmada ocorreu em Tijucas, em um imóvel que que teve danos estruturais, mas ainda não há detalhes sobre o caso.

Estrago causado pelo ‘ciclone bomba’ foi registrado por diversos moradores da região
Passagem de ‘ciclone bomba’ assusta moradores de Santa Catarina – foto: reprodução

Além disso, após a passagem do ‘ciclone bomba’, várias árvores ficaram espalhadas em diversas rodovias. A Polícia Rodoviária Federal (PRF-SC) alerta sobre os riscos de acidentes. Bem como, algumas pistas cederam e se encontram interditadas.

Ainda não foi possível avaliar a total dimensão do estrago causado pelo temporal. Em diversos pontos da cidade, veículos também foram atingidos por árvores, e até placas de trânsito foram arrancadas.

Especialistas explicam que a expressão “bomba” é utilizada pela rápida queda da pressão atmosférica no centro do ciclone, que se dá em um período de 24 horas.

Para receber todas as notificações e ficar por dentro das notícias mais recentes, acesse a página de alertas e clique no botão azul “Criar alerta“, e se mantenha sempre informado.

VEJA TAMBÉM



Postado por: Anderson Gomes
Sou redator e professor de Física, curto uma boa música, games e, acima de tudo, estar com minha família.