-Publicidade-

Aos 98 anos Sambista Riachão dá adeus e morre em Salvador

A segunda-feira começa com uma triste notícia, pois o Sambista Riachão se despede de nós, mas deixa clássicos inestimáveis em suas canções.

-Publicidade-

Clementino Rodrigues, mais conhecido como Riachão, morre na madrugada dessa segunda-feira (30), em sua casa, que é localizada no bairro do Garcia, em Salvador. Portanto, o autor de grandiosas letras do samba, nos deixou em físico, mas estará presente em suas canções.

Sendo assim, apesar de sabermos a data oficial das Olimpíadas, que alegrou a todos, foi preciso lidar com essa perda. Portanto, em entrevista a imprensa, a família de Riachão declarou que o Sambista morreu dormindo e por causas naturais.

Todavia, A Folha Hoje ressalta, que Riachão estava para lançar um novo álbum, sendo este intitulado “Se Deus Quiser Eu Vou Chegar aos 100”. Infelizmente, o Sambista não pode completar seu protejo.

Riachão é o sambista mais importante do país

-Publicidade-

Aos 98 anos Sambista Riachão dá adeus e morre em Salvador - foto: informebaiano.com.br
Aos 98 anos Sambista Riachão dá adeus e morre em Salvador – foto: informebaiano.com.br

Clementino Rodrigues nasceu em Salvador e, então, começou sua carreira na música já aos 9 anos, cantando serenatas nos aniversários dos amigos do bairro. Entretanto, foi aos 12 anos que compôs sua primeira música, um samba, que falava sobre sua vida na infância e seu gosto por batucar nas latas de água.

Todavia, Riachão ganhou esse apelido e fama por ser um homem de personalidade forte e bastante esquentado e durante sua trajetória na música, as canções que criava foram interpretadas por vários cantores nacionais conhecidos.

-Publicidade-

Dentre as diversas letras, podemos ressaltar a “Vá Morar com o Diabo”, que foi interpretada por Cássia Eller. Além disso, “Cada Macaco no Seu Galho”, interpretada por Caetano Veloso e Gilberto Gil, em 1972, após o exílio político durante o regime militar no Brasil.

Além disso, Riachão também fez parcerias com Jackson do Pandeiro e é um dos sambistas mais importantes do país. Portanto, seu último disco gravado foi em 2013, intitulado “Mundão de Ouro”.

https://www.youtube.com/watch?v=qsPIUVhozXE
“Vai Morar com o Diabo”, música mais famosa de Riachão
1 comentário
  1. […] essa é a segunda perda grave para o início desse mês, visto que o sambista Riachão, também faleceu nessa semana, aos 98 anos e de causas naturais, deixando a herança nacional das […]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua navegação. Ao continuar navegando você concorda com a nossa Política de Privacidade e nossos termos de uso Aceitar Ler Política