Nesta quarta-feira (10), através das redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro prestou solidariedade às jornalistas Renata Vasconcellos e Marina Araújo. Visto que foram vítimas de um ataque ocorrido na sede da TV Globo, localizada no Rio de Janeiro.

 “Que o caso seja apurado brevemente e o autor punido com o rigor da lei”, publicou o presidente.


RELACIONADAS



Além disso, Bolsonaro falou também sobre o repúdio a atos de violência contra profissionais da imprensa. “O que vai na contramão de nossa defesa histórica e irrestrita da liberdade de expressão e de informação, seja a favor ou contra qualquer governo”, afirmou.

No ataque em questão, Renata Vasconcelos era o alvo e a repórter Marina Araújo foi feita refém por um homem que invadiu a sede da TV Globo portando uma faca. A intenção do indivíduo era ver a âncora do Jornal Nacional, devido de ser aniversário dela nesta quarta-feira (10).

Entenda o Caso ao qual Jair Bolsonaro se referiu em sua Postagem

Após ataque, Bolsonaro Solidarizou-se com profissionais da Globo
Após ataque, Bolsonaro Solidarizou-se com profissionais da Globo – Foto: Blog do Esmael

Nesta quarta-feira (10), a sede da TV Globo, localizada no Jardim Botânico, foi invadida por um homem. O qual portava uma faca e fez de refém a repórter Marina Araújo.

Rapidamente, a equipe de Segurança da TV Globo agiu, isolando o local e acionando a Polícia Militar-PM. Em seguida, o coronel Heitor Henrique Pereira, comandante do 23° batalhão da corporação, compareceu à emissora e realizou a negociação.

Logo após, depois de alguns minutos como refém, a repórter Marina Araújo foi liberada pelo homem. Além disso, ninguém que estava presente no local se feriu e passam todos bem.

Sobre o fato, a emissora declarou: “A Globo repudia com veemência todo tipo de violência. Foi obra de alguém com distúrbios mentais, sem nenhuma conotação política. Um homem que exigia ver a jornalista Renata Vasconcellos.”

Após ataque, Bolsonaro Solidarizou-se com profissionais da Globo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui