Assassina condenada a 84 anos de prisão é libertada devido a Pandemia



Para criar mais espaços nas prisões, autoridades da Califórnia autorizaram a soltura de uma assassina, inicialmente condenada a 84 anos, devido a pandemia.
Joey Phillipe - 31 de Julho de 2020 às 18:29:08

Terebea Williams, de 44 anos, foi condenada ao cumprimento de 84 anos de prisão em decorrência de ter cometido um assassinato. Entretanto, após cumprir apenas 20 anos da sua pena, a assassina conseguiu ser libertada devido a pandemia do coronavírus.

As autoridades da Califórnia estão executando algumas ações neste sentido com objetivo de liberar mais espaço nas prisões estaduais, visando combater a disseminação da COVID-19 entre os presos, conforme informado pelo Portal CBS Sacramento.


RELACIONADAS



Inicialmente, no ano 2001, Williams foi condenada pelo assassinato em primeiro grau no sequestro e morte de Kevin Ruska Jr., de 23 anos. Ela conseguiu paralisá-lo usando um arma de fogo e forçou que ele entrasse no porta-malas do carro dela, em seguida atirou no abdômen do jovem.

Seguidamente, ela o levou para Washington, amarrou-o em uma cadeira num quarto de motel, deixando apenas uma perna dele solta para que a utilizasse para pedir ajuda. Entretanto, quando o jovem já foi encontrado já estava sem vida.

“É terrível para mim tudo o que foi permitido acontecer. Eu não acho que por um segundo ela vai sair por aí como uma pessoa mudada, ela não é ”, afirmou Karri Phillips, prima de Ruska.

Mais detalhes sobre a situação na Califórnia
Assassina condenada a 84 anos de prisão é libertada devido a Pandemia – Foto: El País

O procedimento de libertação de milhares de presos está em andamento, sob a responsabilidade do Departamento de Correções e Reabilitação da Califórnia -CDCR. O qual determinou critérios que permitem a um preso ser elegível ao benefício de liberdade antecipada. Entretanto, ainda não se sabe como Williams qualificou-se para tal processo.

Segundo informações prestadas pelo Portal Daily Wire:

“O CDCR libertará prisioneiros em três etapas. O estado começará a libertar prisioneiros com 180 dias ou menos de prisão, que não foram condenados por um crime violento ou estão registrados ou precisam se registrar como criminosos sexuais.

No segundo estágio, os detentos com 30 anos ou mais, com menos de um ano de prisão, poderão ser libertados se estiverem presos em uma das oito prisões com “grandes populações de pacientes de alto risco”. 

Na terceira etapa, os presos considerados de alto risco para o coronavírus serão libertados desde que não sejam condenados por um crime violento, obrigados a se registrar como agressores sexuais ou cumprindo pena de prisão perpétua sem a possibilidade de liberdade condicional.”

“Todos e cada um desses casos são preocupantes, desafiadores, e há uma responsabilidade profunda que vem com esse trabalho, mas também um senso de profunda urgência em descomprimir o sistema de maneira criteriosa e ponderada”, afirmou o Governador Gavin Newsom durante o núncio da iniciativa.

Assassina condenada a 84 anos de prisão é libertada devido a Pandemia – Foto: CBS Sacramento

VEJA TAMBÉM



Postado por: Joey Phillipe
Sou redator, curto a área de informática, gosto de games e esportes.