16 de Fevereiro de 2019, atualizado ás 14:02

Assessores de Bolsonaro afirmam que presidente precisa impor limites aos filhos



Por: Redação A Folha Hoje | Notícias

Compartilhar:
         

Assessores do presidente Bolsonaro afirmam que ele precisa impor limites aos filhos. Isso ocorreu após a polêmica envolvendo o vereador Carlos Bolsonaro e ministro Bebianno, que interferiu em um assunto governamental e publicou áudio do presidente em redes sociais.

Assessores de Bolsonaro afirmam que presidente precisa impor limites aos filhos (foto: internet)

Siga A Folha Hoje no Google News – Clique Aqui!

Assessores criticam filhos de Bolsonaro

As últimas semanas foram marcadas pelas críticas públicas realizadas por Carlos Bolsonaro – filho de Jair Bolsonaro e vereador do Rio de Janeiro – ao ministro  da Secretaria-Geral Gustavo Bebianno.

Elas começaram após Bebianno, ter sido acusado de autorizar verbas públicas para custear eleições e candidatos laranjas. As críticas tornaram-se intensas, quando Carlos Bolsonaro divulgou no Twitter uma conversa entre Bolsonaro e Bebianno.

Isso provocou uma crise governamental alarmante e perigosa, sendo o bastante para que os aliados de Bolsonaro começarem a ficar preocupados com a intromissão dos filhos do presidente em assuntos governamentais.

Fontes revelam, que Bolsonaro foi orientado a conversar com cada um dos seus filhos e impor limites para eles no governo. Além disso, irá enfrentar o desafio de acalmar os ânimos com o ministro Bebianno.

Assessores de Bolsonaro afirmam que presidente precisa impor limites aos filhos (foto: internet)

Leia Também:

Bolsonaro pretende isolar Bebianno caso ministro force sua permanência no cargo

Bebianno diz aguardar decisão de Bolsonaro e adianta que não irá pedir demissão

Auxiliares defendem imposição de limites

De acordo com os interlocutores do presidente, a atitude de Carlos Bolsonaro de tornar público o áudio do presidente no Twitter e instigar o isolamento de um ministro de Estado é algo inadmissível.

Segundo os assessores, isso só demonstra uma grande imaturidade dos filhos e do próprio presidente Bolsonaro. Sobretudo porque, a publicação do áudio foi compartilhada pelo Chefe de Estado.

Um dos assessores de Bolsonaro chegou a afirmar: “Claro que, num início de governo, você está se adaptando ao cargo e vai aprendendo a conduzir os percalços internos, mas não pode deixar desenvolver uma crise dessas. Nem incentivá-la publicamente”.

Para os assessores, chegou o momento de Bolsonaro impor limites aos filhos e deixar claro que cada um deles deve limitar suas ações aos seus cargos. Isso quer dizer que, Flávio Bolsonaro deve se ater ao Senado, Eduardo Bolsonaro a Câmara dos Deputados e Carlos Bolsonaro a Câmara Municipal do RJ.

Essa é uma atitude crucial para evitar maiores crises governamentais, como a que está ocorrendo no momento com o ministro Bebianno.


Redação A Folha Hoje

https://www.afolhahoje.com/

A Folha hoje é um portal Notícias, Entretenimento e Conteúdo de nichos específicos como, concurso público, dicas de cartão de crédito, resultados de loterias, e muito mais. Para falar conosco envie um e-mail para contato.afolhahoje@gmail.com

  

0 Comentários