Um ataque suicida realizado por um homem-bomba do Estado Islâmico (EI) deixou cerca de 18 mortos e pelo menos 57 feridos no perímetro de um centro educacional, localizado ao oeste da cidade de Cabul, no Afeganistão.

Segundo o porta-voz do Ministério do Interior, Tariq Arian, o homem-bomba teria tentado entrar na unidade escolar quando foi impedido por seguranças. Fontes locais dizem que o número de vítimas fatais é superior ao que foi anunciado pelo governo.


RELACIONADAS



Ali Reza, um funcionário do centro, deu detalhes sobre o que viu no momento do ataque: “Estava a 100 metros do centro quando uma explosão me tirou do chão. Havia poeira e fumaça ao meu redor“, contou à AFP.

Estado Islâmico promove ataque terrorista enquanto Taleban tem acordo de paz com os EUA

Ataque suicida promovido pelo Estado Islâmico deixa pelo menos 18 mortos no Afeganistão. Fontes relatam que número de vítimas do atentado pode ser ainda maior - foto: reprodução
Ataque suicida promovido pelo Estado Islâmico deixa pelo menos 18 mortos no Afeganistão. Fontes relatam que número de vítimas do atentado pode ser ainda maior – foto: reprodução
Loading...

O ataque aconteceu em uma área localizada ao oeste de Cabul, a região é abrigo para muitos membros de comunidades xiitas, sikhs e hindus. Consideradas apóstatas, suas religiões são alvos constantes de ataques de grupos extremistas.

De imediato, o Estado Islâmico assumiu a autoria pelo atentado terrorista. A confirmação foi feita pelo jornal Reuters através do Telegram, embora nenhuma prova concreta tenha sido apresentada.

Loading...

Por outro lado, o Taleban, que vive um regime pacífico após realizar um acordo de paz com os Estados Unidos, descartou a sua participação.

Fontes locais dizem que o número de vítimas é maior do que o anunciado pelo governo afegão

Apesar do governo afirmar que 18 pessoas morreram e 57 ficaram feridas, jornais locais, como o Tolo News, um importante canal de notícias do Afeganistão, afirma que o número de vítimas possam ser ainda maiores.

“Uma fonte de segurança disse ao TOLOnews que 29 pessoas foram mortas e mais 72 ficaram feridas no atentado suicida desta noite em Cabul. O Ministério do Interior diz que 18 pessoas foram mortas no ataque”, publicou em seu Twitter.

Em 2018, homens armados do EI estiveram na mesma área e realizaram um ataque contra uma maternidade, matando 24, incluindo mães e bebês. Esse ato terrorista foi apontado como “crime de guerra” pelo presidente da Comissão Independente de Direitos Humanos do Afeganistão, Shaharzard Akbar.

Loading...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui