Inicio » Automoveis » O carro mais caro do mundo em 2021: um Rolls-Royce de 148 milhões

O carro mais caro do mundo em 2021: um Rolls-Royce de 148 milhões

Um Rolls-Royce está no topo da lista como o carro mais caro do mundo. Conheça o ‘Grand Tourer Boat Tail’, um modelo luxuoso feito sob medida

O novo carro mais caro do mundo foi revelado dia 27/05 pela Rolls-Royce: o Grand Tourer Boat Tail. Nada mais que um conversível de £ 20 milhões – o que daria 148.708.318,38 milhões de reais na cotação atual! É o primeiro de um trio exclusivo de limusines altamente personalizadas.

Foi especialmente encomendado por um casal rico e “extravagante” com uma paixão por champanhe gelado e refeições ao ar livre – daí o incrível deck traseiro do veículo abrigando um conjunto de jantar, mesas giratórias de coquetéis com cadeiras combinando e um guarda-sol que se estende automaticamente quando eles querem jantar na parte traseira de seu Rolls-Royce.

Rolls-Royce
Rolls-RoyceCarro mais caro do mundo – e conjunto de piquenique: este é o ultra exclusivo Rolls-Royce Boat Tail – um dos três modelos sob medida supremamente luxuosos que custam 20 milhões de libras.

Foram necessários quatro anos de ‘atenção incompreensível aos detalhes’ para projetar e fabricar em colaboração com clientes que queriam um carro único para ‘marcar o sentido da ocasião’, diz a lendária marca britânica. 

E para colocar a exclusividade da comissão em contexto, o preço de 148 milhões compraria o equivalente a 40 limusines Rolls-Royce Phantom personalizadas, custando cerca de 3.700.000 cada (incluindo extras sob medida).

É também o dobro do custo dos dois carros novos mais caros do mundo: o Sweptail de £ 10 milhões (R$ 74.161.906) construído pela Rolls-Royce de 2017; e o hipercarro único de £ 11,5 milhões (R$ 85.286.192) ‘La Voiture Noir’ da Bugatti, que foi exibido pela primeira vez no Salão Automóvel de Genebra de março de 2019. 

Portanto, não é um carro “padrão” com muitos extras e luxos feitos sob medida. É um carro totalmente novo – efetivamente um modelo único – embora, neste caso, os custos totais tenham sido divididos entre três veículos, cada um dos quais personalizado para o proprietário. 

Em termos de arte, é a diferença entre pendurar uma impressão de alta qualidade na parede ou possuir a única pintura a óleo original.  

Rolls-Royce
Não apenas o carro novo mais caro de todos os tempos, também é o primeiro a ter seu próprio guarda-chuva extensível e mesas giratórias de coquetéis

Ao contrário da maioria dos conversíveis com um teto que pode ser guardado com o toque de um botão, o Boat Tail tem um teto de fibra de carbono removível “não convencional” de peça única (imagem abaixo). A ideia é que o proprietário dirija com ele no lugar de, digamos, uma casa na chuvosa Grã-Bretanha e, em seguida, remova-o para dirigir sem capota quando estiver em um dia ensolarado sul da França ou em Mônaco.

Os clientes misteriosos – que a Rolls-Royce faz questão de manter o sigilo – são casais extremamente abastados, com senso de estilo e amor por viagens, aventura e entretenimento, que colecionam carros, relógios, canetas e champanhes finos’- tudo isso se reflete em seu carro personalizado. 

As características mais atraentes se concentram no “convés de ré” do Boat Tail – uma interpretação moderna do convés traseiro de um iate em um folheado especial de madeira Caleidolegno cinza e preto que é “alongado visualmente” usando incrustações de aço inoxidável escovado.

Um Baú Do Tesouro Escondido Sob Um Deck De Verniz

Com o apertar de um botão, esse deck traseiro se abre como ‘asas de borboleta’ para revelar uma ‘suíte de hospedagem’ intrincada para entretenimento ao ar livre e exibindo ‘um baú de tesouro de peças móveis’.

A imagem abaixo mostra um refrigerador duplo com berços especiais para guardar com segurança duas garrafas de champanhe a uma temperatura precisa. A safra ‘Armand de Brignac’ favorita do proprietário aficionado – que pode custar até mais de R$ 400.000 a garrafa – deve ser armazenada a seis graus centígrados para consumo – a configuração exata em que a geladeira opera.

A seção também oferece espaço para quatro copos, guardanapos e outros acessórios, veja:

Convés de ré do Boat Tail
Lado direito do convés de ré do Boat Tail

O lado direito é focado em jantares finos com um piquenique ao ar livre feito sob medida e seção de culinária com aquecedores de comida com temperatura controlada e talheres feitos por Christofle de Paris e gravados com ‘Boat Tail’.

Duas mesas de coquetéis se abrem – uma de cada lado – e giram elegantemente “para imitar a oferta de um atendente” para aperitivos e jantar.

Dois banquinhos combinando estreitos e interligados, projetados pela Rolls-Royce e criados pelo fabricante de móveis italiano Promemoria, usam a mesma fibra de carbono e couro azul do carro e são arrumados dentro.

O mais chamativo de tudo é o guarda-sol em um braço telescópico extensível. Ele emerge, sob demanda, da linha central traseira abaixo das asas do convés traseiro que se abrem “em antecipação ao bom tempo”. O interior também é resfriado para manter as temperaturas constantes, independentemente do clima.

Detalhes do compartimento - lado direito
Todos os recursos que acompanham – de facas e garfos a taças de champanhe – são provenientes dos melhores fabricantes

Carro de luxo, Relógios De Luxo E Até Uma Caneta De Luxo 

Outro toque de luxo exclusivo combina o auge do artesanato automotivo e relojoeiro. Para ficar atento ao horário, dois relógios reversíveis, da suíça ‘BOVET 1822’, foram adicionados ao carro – qualquer um dos quais pode ser retirado do pulso do proprietário e montado no painel como um relógio, enquanto o outro é armazenado em um compartimento de bandeja especial.

A Rolls-Royce disse sobre a colaboração de três anos: ‘Os clientes com mentalidade mecânica buscaram abrir novos caminhos na relojoaria. Como colecionadores estimados e apaixonados da House of BOVET e da Rolls-Royce, com sede na Suíça, sua visão era criar relógios requintados e inovadores para a cauda de barco.

‘O resultado é uma conquista nunca antes realizada em qualquer setor. Dois belos relógios reversíveis, um para a senhora e outro para o cavalheiro, foram projetados para serem usados ​​no pulso ou colocados na frente e no centro da fáscia de Boat Tail como o relógio de um automóvel.’ Esse não é o fim da exclusividade maluca.

Volante
Este primeiro exemplo dos três a serem produzidos é o volante à esquerda – portanto, é improvável que os compradores misteriosos o usem no Reino Unido

Uma caneta Montblanc particularmente apreciada reside em uma caixa de alumínio e couro feita à mão, discretamente colocada, no porta-luvas Boat Tail. Colecionar canetas é outra das grandes paixões dos clientes.

Couro sem manchas em um tom favorito de azul com um ‘brilho metálico claro’ é proveniente de peles de vacas Alpinas ‘sem estresse’ na Baviera.

Os mostradores dos instrumentos são adornados com padrões decorativos guilhochê, aperfeiçoados por joalheiros e relojoeiros, e há um elegante volante de dois tons de aro fino.

Os acabamentos de madeira na cabine inferior e na área do piso refletem o casco de um navio. E a seção oca das soleiras do piso especialmente projetada para funcionar como uma câmara de ressonância para fornecer ‘som surround’ de alto-falante baixo para o sistema de áudio de 15 alto-falantes.

Caberá Na Minha Garagem? Rolls-Royce Boat Tail 

Com apenas mais dois conjuntos para serem produzidos, eles provavelmente já foram prometidos aos clientes recorrentes mais dedicados da marca
Quero um? Você vai precisar de bolsos fundos e um relacionamento muito bom com a Rolls-Royce. 
  • Preço: R$ 148.708.318 milhões
  • Volume de produção:  3
  • Construído: Rolls-Royce Coachbuild, na Inglaterra
  • Entrega: junho de 2021
  • Dimensões:  Comprimento: 5,760 m /  Largura: 2,032 m /  Altura: 1,581 m /  Distância entre eixos: 3,321 m
  • Lugares:  4 
  • Portas: 2
  • Motor: 6,75 litros V12 biturbo, cerca de 570 cavalos de potência
  • Engrenagens: 8 velocidades automáticas
  • Velocidade máxima: regida a 249,4 Km/h
  • 0 a 100:  Aproximadamente 5 segundos
  • Emissões de CO2: Mais de 300g / km  

Cinco Carros Ultra Caros Que O Boat Tail Supera 

Pagani Zonda HP Barchetta (2018) – R$ 99.376.954,71 Milhões

Pagani Zonda HP Barchetta
Pagani Zonda HP Barchetta

O Pagani Zonda HP Barchetta não tem teto e apresenta um para-brisa envolvente aparado – tornando-o uma proposta de capota aberta permanente. 

Os números de desempenho para o motor Mercedes-AMG V12 de 7,3 litros do carro não estão disponíveis, mas as variantes ‘run-out’ anteriores do Zonda, como o Cinque Roadster, produziam 669bhp e podiam atingir 100 km/h em 3,4 segundos.

Bugatti La Voiture Noire (2019) – R$ 83.802.954 Milhões

Bugatti La Voiture Noire
Bugatti La Voiture Noire

Revelado no Salão Automóvel de Genebra, onde causou polêmica em março de 2019, o hipercarro Bugatti La Voiture Noire de 261 mph era – até hoje – o carro mais caro já construído, tendo sido eclipsado pelo novo Rolls-Royce Boat Tail custando quase o dobro.

Rolls-Royce Sweptail (2013) – R$ 74.172.620 Milhões

Rolls-Royce Sweptail 2013
Rolls-Royce Sweptail 2013

O ‘ Sweptail ‘ de dois lugares, que também segue seu estilo de iates de luxo, foi encomendado em 2013 por um cliente super rico não identificado, descrito como um conhecedor e colecionador de itens distintos e únicos, incluindo super iates e aeronaves privadas.

Quatro anos depois, foi apresentado em uma das feiras de automóveis mais exclusivas do mundo na Itália, o Concorso d’Eleganza.

O console central abriga um mecanismo feito à mão que, ao toque de um botão, abre uma garrafa do champanhe vintage favorito do cliente – do ano de seu nascimento – e duas taças de champanhe de cristal. À medida que a tampa do chiller se abre, a ação mecânica articula a garrafa para a posição perfeita para o dono pegá-la. Dois compartimentos externos secretos ocultos também abrigam pastas de documentos com os laptops do computador do proprietário. 

Bugatti Centodieci (2019) – R$ 54.879.810 Milhões

Bugatti Centodieci (2019) - R$ 54.879.810 Milhões
Bugatti Centodieci

Fazendo sua estreia na semana exclusiva de carros de Pebble Beach, na Califórnia, em 2019, apenas 10 carros Bugatti Centodieci de edição limitada foram produzidos – inclusive, o jogador Cristiano Ronaldo está entre os supostos compradores exclusivos.

O Centodieci é uma homenagem ao Bugatti EB110 de 1991 – lançado no 110º aniversário da Bugatti e creditado por colocar a empresa moderna de volta na estrada antes de sua compra pelo gigante grupo Volkswagen em 1998.

Mercedes-Maybach Exelero (2005) – R$ 46.722.000 Milhões

Mercedes-Maybach Exelero
Mercedes-Maybach Exelero

O Mercedes-Benz Maybach Exelero de 2004 é um supercarro único, encomendado pela fabricante alemã de pneus Fulda, uma subsidiária da Goodyear, para testar novos pneus.

Construído em torno de uma limusine Maybach e rodando com pneus de 23 polegadas, é movido pelo motor V12 biturbo de 690 cavalos de potência, acelerando do repouso para 100 km/h em 4,4 segundos com uma velocidade máxima de 350 km/h.