Auxílio Emergencial: Saiba como e quais os requisitos para receber os R$ 600
O auxílio emergencial irá atender a população que não possui um emprego formal e irá amenizar o impacto financeiro causado pela pandemia.
Por: Anderson Gomes / 05 de Abril de 2020 às 23:13:00

[spns_amp_optin subscribe='Assistir Notícias Ao Vivo' unsubscribe='Remover inscrição']

O Governo vai disponibilizar um Auxílio Emergencial de R$ 600 para atender as necessidades básicas de uma grande parcela da população brasileira que ficou desamparada após ter suas funções paralisadas durante esta pandemia, provocada pelo Covid-19.

O valor, no entanto, não é fixo e pode até aumentar caso atenda critérios específicos. No caso de mulheres que cuidam sozinhas de seus filhos, por exemplo, estas poderão receber até R$ 1.200,00 caso comprove sua condição.

O Auxílio Emergencial será pago em três parcelas e o valor pode ser depositado em uma conta ativa na Caixa ou no Banco do Brasil. Ou seja, a mesma usada para receber recursos de programas sociais, como FGTS ou PIS/Pasep.

O calendário de pagamento ficará disponível nesta segunda-feira (06/04). E você pode conferir aqui na Folha Hoje.

Confira outras matérias:

PIS/Pasep: Confira o calendário do abono 2020-2021

Encceja 2020: Confira o Edital do INEP

Requisitos para receber o Auxílio Emergencial
Auxílio Emergencial: Saiba como e quais os requisitos para receber os R$ 600 – Imagem: Gov.br

Veja quais são as exigências do Governo para retirada do auxílio:

  1. Maiores de 18 anos;
  2. Não pode ter emprego formal ativo;
  3. Não deve estar recebendo benefício da previdência (aposentadoria) ou seguro desemprego;
  4. Pessoas que recebem renda total familiar cuja a soma chegue até três salários mínimos (R$ 3.135);
  5. Pessoas com uma renda per capita (por membro da família) de até meio salário mínimo (R$ 522,50);
  6. Não ter recebido rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 no ano de 2018.

Os interessados devem atender ao menos uma dessas condições abaixo:

  • Exercer a atividade profissional como MEI;
  • Ser contribuinte individual ou facultativo no regime previdenciário;
  • Ser trabalhador informal inscrito no Cadastro Único (CadÚnico);
  • Ter cumprido o requisito de renda média até 20 de março de 2020.


Além disso, até duas pessoas por família poderão receber o Auxílio Emergencial. Mães solteiras – consideradas chefes de família – poderão receber R$ 1.200,00 individualmente.

O Parlamento discute no Congresso a possibilidade de modificar a lei e permitir que os pais solteiros também tenham o direito de receber os dois benefícios por mês. No entanto, a proposta ainda segue em análise.

+ Siga: A Folha Hoje no Google News

Como se inscrever para receber auxílio de R$ 600

O trabalhador informal que não está inscrito em um cadastro do Governo, como o CadÚnico (Cadastro único), poderá se cadastrar pelo aplicativo que será lançado nesta ter-feira (07/04), conforme já está previsto no Diário Oficial da União.

Segundo o ministro da cidadania, Onyx Lorenzoni, cerca de 20 milhões de trabalhadores tem direito à receber o auxílio mas não estão inscritos em nenhum dos cadastros disponíveis do Governo Federal.

O ministro confirmou que o auxílio estará disponível 48 horas após realizarem o cadastro no aplicativo que será lançado nesta terça-feira.

“As pessoas vão poder baixar esse app no celular, sem nenhum ônus, ou pela internet ou através do celular e fazer o cadastramento”, Afirmou Lorenzoni.

O grupo que recebe o Bolsa Família e já tem em mãos o cartão do Governo serão os primeiros a receber o Auxílio Emergencial. Na sequência, os autônomos, MEIs e os informais não cadastrados irão receber.

Os saques poderão ser efetuados nas agências dos bancos públicos federais, terminais eletrônicos e Lotéricas.

Pronunciamento sobre o aplicativo que será lançado nesta terça-feira (7) – Fonte: Youtube

Postado por: Anderson Gomes
Sou redator e professor de Física, curto uma boa música, games e, acima de tudo, estar com minha família.

Load more

Notícias relacionadas

Receba nossas notícias NO CELULAR

Receba nossas NEWSLETTER

Futebol ao Vivo Receita Notícias Futebol ao Vivo