25 de Novembro de 2019, atualizado ás 19:11

Black Friday: consumidores pretendem adiantar as compras natalinas



Por: | Finanças

Compartilhar:
         

Já faz 9 anos que a Black Friday chegou ao Brasil, e desde então sua popularidade só vem aumentando, tanto para compras on-line, através de e-comercies, como para lojas de varejo físicas.

SIGA => A FOLHA HOJE NO GOOGLE NEWS
Black Friday 2019: 73% dos consumidores pretendem adiantar as compras natalinas. (Imagem: M de Mulher)

Em pesquisa realizada pela Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo – SBVC, esse ano além dos consumidores pretenderem gastar mais do que ano passado, 73% deles pretendem adiantar suas compras natalinas.

Segundo o presidente da SBVC, Eduardo Terra, o fenômeno se daria porque, por estar próximo do Natal e nessa data os preços estarem “cheios”, as pessoas tem preferido comprar na época das promoções.

A pesquisa foi realizada em cinco capitais brasileiras e entrevistou mais de 400 pessoas, que responderam a um questionário de 26 perguntas, capazes de montar um perfil de consumo para a Black Friday, com 95% de confiabilidade.

Foi observado por exemplo que a maioria dos consumidores tem entre 18 e 44 anos, são de classe média e possuem alguma renda remunerada.

Dos entrevistados, 100% disseram que iriam consumir na Black Friday, e pretendem gastar em média R$ 1333,00, dos quais 42% será direcionado às compras de Natal, cerca de R$ 563,73. Em 2018 esse valor foi de R$1283,92.

Quanto aos produtos uma maioria mostrou preferência por comprar eletroeletrônicos e eletrodomésticos, sendo os Smartfones os preferidos para compras on-line. Os preços são o principal motivo de se escolher os e-comercies, já o tempo de entrega é seu ponto fraco, momento em que perdem vendas para lojas físicas.

Apesar de 70% dos entrevistados acreditarem nas promoções da Black Friday, 94% planejam suas compras e 65% irá utilizar algum aplicativo de compra.

VEJA TAMBÉM:

+Black Friday 2019: aplicativos que vão te ajudar a não cair em fraudes
+Como evitar as dívidas nas compras de Natal e Ano Novo

Na pesquisa divulgada, a SBVC disse que em um estudo do Ebit/ Nielsen, o comércio eletrônico faturou R$2,6 bilhões na Black Friday de 2018, o que é uma alta de 23% em relação a 2017 e estipula-se que para 2019, o faturamento esteja acima de R$3 bilhões, 18% a mais em relação ao ano passado.




G M Rhaekyrion

Escritora de ficção e fantasia, colunista de site em entretenimento, moda, saúde, beleza e bem-estar. Bióloga por formação, pela Universidade Federal de Alagoas e, eventualmente, faço criticas narratológicas para escritores de ficção.

  

0 Comentários