Começou nesta segunda-feira (4), os bloqueios das avenidas de São Paulo como uma forma de incentivar o isolamento social na cidade.

Ou seja, os bloqueios serão feitos nas quatro principais avenidas da cidades, abrangendo diferentes regiões, e nesta manhã já foi possível ver uma lentidão maior nas proximidades.


RELACIONADAS



Portanto, de acordo com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), o bloqueio ocorre apenas no horário de pico da manhã, das 7h às 9h.

Loading...

Veja quais bloqueios das avenidas de São Paulo estão valendo

Bloqueios das avenidas de São Paulo começam a valer nesta segunda-feira (4)
Bloqueios das avenidas de São Paulo começam a valer nesta segunda-feira (4) – Foto: LUIZ GUARNIERI/BRAZIL PHOTO PRESS.

Assim, segundo a CET, bloqueios das avenidas começam no horário de pico da manhã, com uma faixa livre para circulação. Veja abaixo quais locais fazem parte desta lista:

  • Zona Sul: Av. Moreira Guimarães x Av. Miruna;
  • Zona Norte: Av. Santos Dumont x Av. do Estado;
  • Zona Leste: Av. Radial Leste x Rua Pinhalzinho;
  • Zona Oeste: Av. Francisco Morato x Rua Sapetuba.

No mesmo horário também haverá blitzes educativas nas seguintes vias da Zona Oeste:

Loading...
  • Av. Dr. Vital Brasil x R. Camargo;
  • Av. João Paulo I, altura do n° 2.868.

Portanto, essa medida tem como objetivo aumentar a taxa de isolamento social no município, que ficou em 53% na média enquanto o ideal para combater a propagação do coronavírus seria de 70%. 

Também, além dos bloqueios das avenidas de SP, a prefeitura também estipulou que passageiros e motoristas das linhas da Companhia Paulista Metropolitana de Trens (CPTM), Metrô, ônibus rodoviários, interestaduais, táxis e carros de aplicativos na cidade de São Paulo devem usar máscara de proteção.

Ou seja, só poderão entrar no transporte quem fizer uso de máscaras, e os motoristas de aplicativos já criaram um adesivo justamente para alertar os passageiros sobre a nova medida.

Com isso, a prefeitura de SP pretende fazer com que a taxa de casos de coronavírus na cidade caia, algo que não vem acontecendo nas últimas semana, onde a capital já se tornou o foco da doença no Brasil.

Loading...
Loading...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui