O Governo Federal no último ano, cancelou o benefício de milhares de brasileiros que recebiam o Bolsa Família. Neste ano, muitos beneficiários do programa do Governo Federal tiveram o Bolsa Família cancelado por não se encaixar mais nos critérios exigidos. Isto porque, o governo criou condições para realizar um verdadeiro ‘pente-fino’ nos cadastros, que passa a ser verificado mensalmente, envolvendo todos os inscritos no Bolsa Família.

Agora, a possibilidade de fazer o cruzamento de informações incluindo diferentes bancos de dados, permitiu ao sistema descobrir famílias inscritas no programa social e que tem renda acima da declarada, mas que continuam recebendo o benefício. Entre outras irregularidades.


RELACIONADAS



O Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário, neste último pente-fino no Bolsa Família, em uma analise dos cadastros, constatou que 1,136 milhão de benefícios se encontravam em situação irregular, e 469 mil destes já foram cancelados, com outros 667 mil sendo bloqueados.

Cancelamento Bolsa Família: entenda os principais motivos de perda do benefício em 2018

Listamos alguns dos motivos que tem levado ao cancelamento do Bolsa Família,  você pode teve seu benefício cancelado por alguns destes motivos, ou caso não se encaixe, nossa recomendação é que procure o órgão responsável de sua cidade e tente esclarecer os motivos. Em casos de ter sido cometido um engano, é possível reverter e voltar a receber o dinheiro.

O Bolsa Família pode ser cancelado se não for sacado em no máximo 90 dias

Caso a pessoa não faça o saque do dinheiro do Bolsa Família no prazo de 90 dias, ou não haja movimentação da conta por um período de mais de seis meses, o MDSA passa a entender que os beneficiários não precisam mais da assistência financeira e pode realizar o cancelamento automaticamente.

Cartão de crédito para quem recebe Bolsa Família, veja como é possível!

Renda declarada está acima da que permite receber o benefício

Como dito, o cruzamento de informações incluindo diversos bancos de dados, permitiu ao Governo descobrir famílias que recebem o Bolsa Família, mas que tem renda acima da declarada. Essa verificação permitiu descobrir famílias já recebem renda per capita mensal acima daquela que declararam no seu cadastro, mas que continuam inscritas no programa social.

Muitas famílias tiveram o benefício cancelado sobretudo em casos de renda per capita mensal superior a R$440,00, valor máximo permitido.

Já nas famílias que recebem de R$ 170 a R$ 440 por pessoa, aconteceu apenas o bloqueio do Bolsa Família, estas famílias devem procurar o CRAS de sua cidade e tentar resolver comprovando dua renda.

3 – Cadastro desatualizado pode cancelar o Bolsa Família

As famílias que recebem o benefício devem realizar a atualização do cadastro do Bolsa Família a cada dois anos. O responsável deve ficar atento para não perder o prazo, para não ter seu benefício cancelado por cadastro desatualizado. Esse recadastramento é obrigatório a cada dois anos, para renovação de informações como endereço, escola dos filhos ou dependentes, renda por pessoa da família, além da inclusão de novos membros do núcleo familiar.

Consultaram seu CPF no Serasa! Veja quem foi, pode ser tentativa de fraude!

No extrato do Bolsa Família, o responsável deve verificar, pois tem um aviso sobre a atualização cadastral. Se não for realizada a atualização cadastral no prazo, o auxílio financeiro pode ficar retido, não cancelado, mas não pode sacar até regularizar.

Vale observar que se alguma irregularidade ou tentativa de fraude for constatada na atualização cadastral, a família perde imediatamente os benefícios do programa, veja abaixo.

Inforamações incorretas ou não verdadeiras podem cancelar o Bolsa Família

Muitas famílias podem ter caído no pente-fino do Bolsa Família injustamente. Para não entrar para esta lista, é de suma importância verificar suas as informações cadastradas no CadÚnico estão todas corretas. Inclusive mudanças nas condições da família, que também devem ser informadas, a exemplo de uma troca de uma criança de escola.

O maior objetivo do Bolsa Família é dar suporte para que as famílias exerçam a cidadania, como direito à alimentação, acesso à educação e saúde, etc. Portanto, se quem recebe o beneficio falha nesse quesito, não levando as crianças à escola, faltam nas condições que permitem saúde e alimentação de qualidade, portanto terão o benefício é cancelado.

O seu Bolsa Família foi cancelado? Procure o CRAS mais próximo ou na sua cidade e verifique a situação do seu cadastro, talvez uma simples atualização das informações traga de volta o benefício do governo.

No entanto, você pode estar descumprido algumas regras estabelecidas pelo governo para se manter no programa, e se acontecer pode perder o seu benefício, caso contrário é possível passar a recebê-lo novamente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui