Nesta Terça-feira, 5 de Maio, o presidente Jair Bolsonaro, ainda sem partido, falou com apoiadores e voltou a atacar a imprensa em sua saída do palácio da Alvorada. Em seu discurso, ele negou qualquer ato que “pedisse a cabeça” do superintendente da PF do Rio de Janeiro e rebateu a reportagem da Folha de São Paulo.

Além disso, com um jornal da Folha SP em mãos o presidente afirmou ao dizer que:

“Não tem nenhum parente meu investigado pela Polícia Federal nem eu nem meus filhos, zero! Uma Mentira que a imprensa replica o tempo todo ao dizerem que os meus filhos querem trocar o superintendente”.

RELACIONADAS



Antes de mais nada, Bolsonaro não respondeu as perguntas feitas pela imprensa e ainda instigou os seus apoiadores pra cima dos repórteres. No decorrer da sua fala hoje ao ser questionado por um jornalista o presidente mandou ele “calar a Boca”. Apontando para o jornal, Bolsonaro diz:

“Isso é uma patifaria, Folha… cala a boca que eu não te perguntei nada (apontando para o jornalista) a Folha SP um jornal patife e mentiroso.

Ao explicar o que está acontecendo, Bolsonaro afirma que o ex-Superintendente Geral da Polícia Federal está sendo convidado pelo atual Superintendente, Rolando Souza, para ser Diretor Executivo da PF do Rio de Janeiro. Visto que, tal tomada de decisão não tem nada a ver com ele e com a família dele e que não existe interferência na PF.

Assista ao vídeo de Bolsonaro atacando a imprensa!

Bolsonaro em coletiva rebate impresa. Na imagem mostra o presidente segurando o Jornal da Folha SP!
Bolsonaro em coletiva rebate impresa. Na imagem mostra o presidente segurando o Jornal da Folha S.P.!

Por fim, assista ao vídeo na integra da fala do Presidente que ocorreu nessa manhã de Terça-feira. Lembrando que os atos realizados pelo presidente foram repudiados pela imprensa.

Ademais, em uma nota a imprensa feita pela Associação Nacional de Jornais diz:

A Associação Nacional de Jornais (ANJ) protesta com veemência contra os termos desrespeitosos com que o presidente Jair Bolsonaro se dirigiu aos jornalistas na manhã desta terça-feira.
Mais uma vez, o presidente mostra sua incapacidade de compreender a atividade jornalística e externa seu caráter autoritário. Os jornalistas trabalham para levar os fatos de interesse público ao conhecimento da população e têm o direito e o dever de inquirir as autoridades públicas.
É lamentável e preocupante que o presidente faça dos ataques aos jornalistas e ao jornalismo uma rotina contra a civilidade e a convivência democrática“.
Portanto, confira aqui fala do presidente para os repórteres em sua saída do Palácio!
Loading...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui