Notícias

Bolsonaro diz que SP aumentou impostos e Doria revida: ‘faz algo de útil’

Bolsonaro acusa o Governo de São Paulo de aumentar os impostos da cesta básica e o governador João Doria replica - foto: reprodução

Mais uma vez o “bom diálogo” entre os maiores líderes do país não foi nada amistoso. O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta terça-feira (27) que o Governo do Estado de São Paulo dá um péssimo exemplo para a economia do Brasil e o acusa de aumentar ‘barbaramente’ os impostos sobre a cesta básica.

São Paulo aumentou barbaramente produto da cesta básica, lamentavelmente. Uma barbaridade. Nós sim, fizemos o que tínhamos que fazer, não aumentamos impostos, muito pelo contrário. Agora, um Estado ou outro, que é o mais importante da economia no Brasil, dá esse péssimo exemplo aumentando impostos“, disse Bolsonaro a apoiadores presentes no Palácio da Alvorada, em Brasília.

De acordo com o governo de São Paulo, o pacote de ajustes fiscais que foi aprovado pela Assembleia Legislativa não traz mudanças significativas ao valor da cesta básica.

Loading...

Além disso, a ideia é que a mudança possa cobrir a dívida de mais de R$ 10 bilhões aos cofres do estado, a mudança “prevê ajustes fiscais e modernização e enxugamento da máquina pública” sob “redução linear de 20% dos benefícios fiscais relacionados ao ICMS“.

Discussões entre Bolsonaro e Doria já viraram rotina; impostos é o novo tema a discutir

Bolsonaro acusa o Governo de São Paulo de aumentar os impostos da cesta básica e o governador João Doria replica - foto: reprodução
Bolsonaro acusa o Governo de São Paulo de aumentar os impostos da cesta básica e o governador João Doria replica – foto: reprodução

Em resposta às afirmações de Bolsonaro, o Governador de São Paulo, João Doria, comentou: “Fizemos sim a reforma administrativa que ele, Bolsonaro, deixou de fazer no plano federal. Se ficasse mais preocupado em governar e menos em atacar adversários, poderia fazer algo de útil para o País. Governe para o Brasil, Bolsonaro, e não para seus interesses políticos e ideológicos!“, declarou.

Loading...

Ainda na tarde de hoje, Doria voltou a contra-atacar Bolsonaro no Twitter, relembrou: “Quem aumentou o mais cruel dos impostos foi o presidente Bolsonaro com a volta da inflação. No seu governo, a extrema pobreza não para de crescer e a miséria já atinge 13,8 milhões de brasileiros.

E completou com um novo recado: “Ao invés de buscar soluções para alimentar os mais pobres, o Presidente tenta esconder o que todo mundo vê: o óleo de cozinha subiu 30%, o arroz 16% e o leite mais 7%. Enquanto quase 14 milhões de brasileiros não tem o que comer, Bolsonaro só se preocupa com a sua fome de poder.

Bolsonaro rejeita o uso da “vacina chinesa de João Doria” e parabeniza a OMS por ser contra a sua obrigatoriedade

De acordo com Bolsonaro, a “vacina chinesa de João Doria” não será adquirida sem antes sua eficácia ser comprovada cientificamente pelo Ministério da Saúde e ser certificada pela Anvisa.

Discussões entre os dois fazem parte do cenário político do país desde o início da pandemia. O governador Doria toma comandos à frente e aposta na eficácia da vacina chinesa (CoronaVac) para os brasileiros; o presidente Bolsonaro relata que foi curado pela hidroxicloroquina e rejeita a ajuda proveniente da China (país onde foi relatado os primeiros surtos de epidemia da COVID-19).

Loading...
Você pode gostar de
Tags: , , ,

More Similar Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu