Nesta terça-feira, 05 de maio, o presidente Jair Bolsonaro não respondeu perguntas quanto a troca no comando da Polícia Federal no Rio de Janeiro. Os questionamentos ao presidente foram realizados por jornalistas em frente ao Palácio do Planalto, durante conversa do presidente com seus apoiadores, como de costume.  

No entanto, mais cedo o presidente havia afirmado, em entrevista no Palácio da Alvorada, que o Superintendente da Polícia Federal do Rio, Carlos Henrique Oliveira, será promovido ao cargo de diretor-executivo da corporação, na cidade de Brasília.


RELACIONADAS



Contudo, ao prestar depoimento à PF, Sérgio Moro declarou que Bolsonaro havia solicitado a troca no comando da PF do Rio de Janeiro. “Você tem 27 superintendências, eu quero apenas uma”, afirmou Bolsonaro, de acordo com Moro. Entretanto um inquérito foi instaurado para apurar as declarações do ex-ministro da justiça.

Loading...

Vale destacar, que nesta segunda-feira (04/05), Bolsonaro realizou a nomeação e cerimônia de posse de Rolando de Souza, novo diretor-geral da PF. Que assumiu a função após suspensão da nomeação de Alexandre Ramagem, pelo Supremo Tribunal Federal, indicado anteriormente para o cargo.

Mais sobre os questionamentos a Bolsonaro

Bolsonaro fala sobre troca na Polícia Federal no Rio
Bolsonaro fala sobre troca na Polícia Federal no Rio – Foto: Terça Livre

Inicialmente, durante conversa com o presidente no Palácio da Alvorada, uma jornalistas indagou o presidente: “Ele [Sergio Moro] disse que o senhor pediu a troca do superintendente do Rio, presidente. O senhor pediu?”.

Loading...

Em resposta, Bolsonaro declarou: “Olha, era para trocar… Se era para trocar… Peraí, não vou responder perguntas. Se era para trocar o superintendente do Rio, para onde foi convidado o superintendente do Rio? Para que cargo? Olha, para onde está? Vocês dizem que eu estou interferindo…”

E continuou: “…Então, o novo DG [diretor-geral] convidou, eu não sei se… Deve ter aceitado, já que um cargo desse quem não quer ser? O sonho de todo PF é ser diretor-geral. Qual o sonho de todo oficial do Exército? Ser o comandante do Exército. Ou incorporar as diretorias da PF. Ele está sendo convidado para ser o 01 [na verdade, para ser o segundo na hierarquia da corporação]”.

Por fim, a mesma jornalistas continua a fazer questionamentos: “Presidente, no depoimento…”. No entanto, Bolsonaro afirma: “Não vou responder para você. Não tem pergunta. Aqui não tem interrogatório. Eu falei que vou tomar conhecimento, mas respondi muita coisa para vocês”.

Bolsonaro fala sobre troca na Polícia Federal no Rio
Loading...

Loading...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui