Cássio Remis (PSDB) era ex-presidente da Câmara Municipal de Patrocínio e candidato a vereador da cidade, situada a 393 km de Belo Horizonte. Ele foi morto a tiros na tarde desta quinta-feira (24).

A morte de Cássio foi confirmada pela PM e até o momento o assassino ainda não foi capturado, mesmo sabendo que o suspeito é o irmão do prefeito da cidade de Patrocínio.

Antes do incidente Cássio Remis estava transmitindo uma live para uma de suas redes sociais. Nas imagens, ele denuncia uma suposta obra irregular realizada pela Prefeitura de Patrocínio. E esta foi a motivação do crime.

Momentos antes do assassinato de Cássio Remis


RELACIONADAS



Na descrição do vídeo, o candidato colocou “Dinheiro público sendo usado para reformar possível comitê eleitoral do prefeito Deiro Marra.”

Loading...

Durante a live Remis mostra o exato momento em que uma Hilux branca para próximo a ele e, logo em seguida, desce Jorge Marra – o Secretário Municipal de Obras e irmão do prefeito, Deiró Marra (DEM).

Remis anuncia a aproximação do secretário, que desceu nervoso do carro ao perceber que estavam denunciando seu irmão publicamente: “está aqui agora o secretário que veio aqui para me agredir”, disse o candidato a vereador.

Logo em seguida Jorge Marra agride o assistente de Cássio, o homem que estava realizando a gravação, e a filmagem é interrompida.

Loading...

Segundo o tenente-coronel Caixeta, que atendeu o ocorrido, após ter levado o celular de Cássio, o homem entrou de volta no carro e dirigiu em direção à Secretaria de Obras.

Na busca de tentar recuperar o celular Cássio vai atrás do secretário que, neste momento, saca um revólver e efetua vários disparos contra a vítima. O secretário não socorreu a vítima e até o momento está foragido.

Loading...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui