De acordo com o Sistema de Monitoramento Inteligente-SIMI, oriundo do Governo do Estado, a cidade de São Paulo registrou 47% de isolamento social na última segunda-feira (22). O índice apresentado ainda demonstra uma baixa adesão da capital ao isolamento. Visto que, as autoridades recomendam o índice mínimo de 55%.

A Secretária Estadual de Desenvolvimento Econômico, Patrícia Ellen, afirmou: “Nós estamos em um período de quarentena, que é muito importante para a população ficar em casa para podermos juntos fazer a contenção desta pandemia”.


RELACIONADAS



Inicialmente, a principal recomendação para contenção e prevenção da doença pelo coronavírus é o isolamento social. Além disso, a cidade de São Paulo continua realizando o monitoramento as internações, casos, óbitos. Bem como, ocupação de leitos e o nível de isolamento social, ainda que já tenha sido autorizada a reabertura de São Paulo.

Loading...

Entretanto, continua sendo exigido o isolamento social, principalmente para as pessoas que pertencem aos grupos de risco. Quais sejam, os maiores de 55 anos, portadores de doenças cardíacas e/ou crônicas e pacientes imunodeprimidos ou em tratamento oncológico.

Saiba mais sobre as orientações na cidade de São Paulo

Capital de São Paulo regista 48% no índice de isolamento social
Capital de São Paulo regista 47% em índice de isolamento social – Foto: Diário do Transporte

A infectologista do Instituto Emílio Ribas, Rosana Richtmann, explicou: “Quando você fala em flexibilização, a percepção da população, muitas vezes, é a de que a pandemia está acabando e a gente sabe que isso não é verdade. O vírus não vai embora, nós vamos ter que manter, mesmo com a flexibilização, todas as medidas de prevenção essenciais…”

Loading...

“…A nossa maior dificuldade é essa comunicação com a população, de compreender que flexibilizar é uma coisa necessária, porem que o novo normal, com regras fundamentais, é justamente para que a gente não veja a ampliação do número de casos”, completou.

 Contudo, o último boletim divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde-SMS, apresentou registros de 118.708 casos confirmados e 6.454 óbitos pela COVID-19 na capital Paulistana. Além disso, outros 246.892 casos e 5.081 óbitos estão sendo investigados.

Ainda, de acordo com o Coordenador do Centro de Contingência do Coronavírus, João Gabbardo: “Os números da capital apontam para uma possibilidade que será implementada se os cenários efetivamente forem confirmados…”

“…Nenhuma medida foi tomada em relação a região metropolitana que não estivesse relacionada aos indicadores, a esse controle fino que é feito pelo Plano [São Paulo] que analisa sempre os aspectos da transmissibilidade da doença e a capacidade de atendimento que o sistema hospitalar oferece”, explicou.

Loading...
Loading...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui