Caso do Sítio de Atibaia: Condenação de Lula é mantida
Nesta quarta-feira, 06 de maio, o TRF4 manteve a condenação de Lula em segunda instância, em referência ao caso do sítio de Atibaia.
Por: Joey Phillipe / 06 de Maio de 2020 às 20:59:08

[spns_amp_optin subscribe='Assistir Notícias Ao Vivo' unsubscribe='Remover inscrição']

Nesta quarta-feira, 06 de maio, o Tribunal Regional Federal da 4ª Região – TRF4, através da negativa de recurso por parte da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em segunda instância, manteve a condenação do mesmo em referência ao caso do sítio de Atibaia. Vale destacar, que a decisão ocorreu de forma unânime em julgamento virtual.

Devido a pandemia por coronavírus, as sessões do tribunal estão sendo realizadas em ambiente virtual. Sendo que o julgamento do recurso de Lula teve início no dia 27 de abril.

Portanto, a Oitava Turma, responsável na Corte por julgar os processos da Operação Lava Jato, assim como as anteriores, negou o pedido de adiamento de análise dos embargos de declaração. Visto que, a defesa de Lula solicitava que o julgamento fosse realizado em sessão presencial.

Em novembro do ano 2019, Lula foi condenado a 17 anos, 1 mês e 10 dias pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, ambos em julgamento na segunda instância.



O ex-presidente foi acusado de receber propina de construtoras, responsáveis pela reforma e decoração do sítio, localizado em Atibaia, no interior de São Paulo. A troca de favores por parte das construtoras visava aquisição de benefícios em contratos da Petrobras.

Mais sobre o recurso solicitado pela defesa de Lula
Caso do Sítio de Atibaia: Condenação de Lula é mantida – Foto: Isto é dinheiro

A defesa de Lula protocolou o recurso, denominado embargos de declaração. O qual pedia revisão de dúvidas, revisões ou contradições na sentença. Tendo em vista que o ex-presidente ainda alega ser inocente.

Além disso, o advogado Cristiano Zanin, integrante da defesa de Lula, compreende que a detenção é “injusta e arbitrária”. Com isso, a defesa está à espera de que seja publicado o acórdão para determinar possíveis recursos.

Vale ressaltar, que na primeira instância Lula havia disso condenado a apenas 13 anos e 11 meses. Assim como, após efetivação das investigações da Lava Jato, este é o segundo processo que o ex-presidente respondeu na Justiça Federal. Sendo que o primeiro foi o tão conhecido caso Triplex, através do qual Lula foi condenado e preso entre os anos 2018 e 2019. De acordo com informações fornecidas pelo G1.  


Postado por: Joey Phillipe
Sou redator, curto a área de informática, gosto de games e esportes.

Load more

Notícias relacionadas

Receba nossas notícias NO CELULAR

Receba nossas NEWSLETTER

Futebol ao Vivo Receita Notícias Futebol ao Vivo