-Publicidade-

China Relata Caso de Peste Bubônica Na Mongólia Interior

A peste bubônica pode ser fatal em até 90% das pessoas infectadas se não tratadas e, além disso, a quantidade de antibióticos é alta.

-Publicidade-

A China não está mesmo com sorte: enquanto o país vem reduzido seus casos de coronavírus a quase zero, outras ameaças infecciosas começam a surgir.

Desta vez as autoridades de saúde locais anunciaram um caso suspeito de peste bubônica na Região Autônoma na Mongólia Interior, região autônoma no norte da China.

As autoridades do distrito de Bayannur levantaram o alerta de peste neste domingo e ordenaram que os moradores não caçassem animais selvagens, como marmotas – normalmente consumidas naquela região -, e enviassem tratamento para qualquer pessoa com febre ou que apresente indícios de infecção.

A Peste Bubônica volta a China após de 11 anos

-Publicidade-

China Relata Caso de Peste Bubônica Na Mongólia Interior
China Relata Caso de Peste Bubônica Na Mongólia Interior

O último grande surto conhecido ocorreu em 2009, quando várias pessoas morreram na cidade de Ziketan, na província de Qinghai, no planalto tibetano.

A peste bubônica pode ser fatal em até 90% das pessoas infectadas se não tratadas e, além disso, a quantidade de antibióticos é alta. Essa doença também dá origem à peste pneumônica, resultando em uma infecção pulmonar grave, causando falta de ar, dor de cabeça e tosse.

-Publicidade-

A China erradicou amplamente a peste, mas ainda são relatados casos ocasionais, principalmente entre caçadores que entram em contato com pulgas portadoras da bactéria.

China Relata Caso de Peste Bubônica Na Mongólia Interior
A caça às marmotas devem ser suspensas por se tratar de um transmissor

Juntamente com o coronavírus, detectado pela primeira vez na cidade chinesa de Wuhan no final do ano passado, a China lidou com a peste suína africana, que devastou os rebanhos de porcos.

A China passou semanas sem relatar uma nova morte pelo coronavírus e na segunda-feira registrou apenas um novo caso de infecção local na capital, Pequim.

-Publicidade-

Gostou da matéria? Então acesse a nossa guia de notícias e clique no botão azul Criar alerta. Assim você ficará informado sobre mais notícias do Brasil e do mundo.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua navegação. Ao continuar navegando você concorda com a nossa Política de Privacidade e nossos termos de uso Aceitar Ler Política