Quem tem cartão de crédito sabe que ele é de grande ajuda na hora de pagar as despesas famílias ou efetuar aquela compra quando você não tem o dinheiro a vista. Mas acontece que muitas pessoas acabam gastando além do que pode, contraindo dívidas. É ai que surge a dúvida de como negociar dívida do cartão de crédito.

Todo mundo sabe que deixar a dívida do cartão de crédito acumular não é uma boa ideia, porque ela pode chegar em um nível que você não conseguirá mais saldar de forma tranquila.


RELACIONADAS



Por isso, como negociar dívida do cartão de crédito?

Loading...

Porque devo negociar dívida do cartão de crédito

Veja 5 dicas para negociar dívida do cartão de crédito:
Veja 5 dicas para negociar dívida do cartão de crédito (Foto: Tecmundo)

O cartão de crédito possui grande taxas de juros comparadas a outros serviços, como financiamento, consórcio e etc.

Ou seja, uma dívida baixa pode, rapidamente, se tornar uma grande dor de cabeça se você não tiver cautela.

Loading...

No entanto, se as suas contas acabaram saindo do controle e você adquiriu uma dívida, ainda existem saídas.

As administradoras de cartões entendem que o valor pode ficar impraticável para muita gente e, por isso, elas têm o costume de renegociar a dívida.

Se você contraiu uma dívida no cartão, não perca tempo e tente negociar o quanto antes, evitando que os juros continuem multiplicando o valor a ser pago. Para garantir a melhor negociação, utilize alguns truques.

5 dicas para negociar dívida do cartão de crédito

Veja 5 dicas para negociar dívida do cartão de crédito:

Loading...

1. Faça as contas

Antes de mais nada, saiba exatamente qual o valor da dívida inicial, quanto já foi pago e qual o valor atualizado dos juros. Com essas informações em mãos, você saberá se a negociação está sendo justa. Também reveja seu orçamento e defina quanto você pode pagar por mês.

2. Entre em contato com a central do cartão de crédito

Entre em contato com a central do cartão de crédito e informe que você deseja renegociar a dívida. O contato pode ser por telefone ou pessoalmente, o importante é que você demonstre interesse em resolver a situação.

3. Negocie

Provavelmente, a empresa administradora fará uma ou algumas ofertas nada vantajosas para você, como continuar pagando o valor mínimo, o que deve ser evitado a todo custo.

Como você já fez as contas, saberá dizer se a oferta vale a pena ou não. Normalmente, as administradoras são flexíveis e aceitam receber contrapropostas. Por isso, não desista da negociação até obter uma boa oferta.

4. Feche acordos que caibam no seu bolso

Prefira fechar um acordo em que você pagará parcelas mensais fixas. Assim, ficará mais fácil saber o custo efetivo total (CET) e planejar o seu orçamento. Fuja das opções em que as parcelas aumentam com o tempo e os juros do cartão continuam contando.

5. Busque taxa menores

Muitas vezes, os juros do cartão são tão altos que não dá para pagar nem mesmo negociando.

Nesse caso, estude a possibilidade de adquirir um empréstimo com juros mais baixos. Assim, você pode pagar o cartão à vista e fugir das taxas exorbitantes cobradas nele.

Por fim, ressaltamos que a melhor saída é sempre o planejamento financeiro. Cuide das suas finanças e do seu orçamento para evitar desperdiçar seu dinheiro pagando juros E isso só pode ser iniciado quando você começa a usar o cartão de crédito com cautela, evitando que mais tarde tenha que negociar dívida do cartão de crédito.

Quer saber mais sobre o melhor cartão de crédito?

Siga agora mesmo nossas páginas do Facebook e do Instagram e permita notificações para receber mais notícias sobre jogos Ao Vivo, futebol, esportes e etc.

Loading...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui