Saiu o tão esperado edital de concurso público da Polícia Civil do Estado de Minas Gerais (Concurso Polícia Civil MG) as ofertas é para o cargo de Escrivão de Polícia I, Nível I, Grau A. Serão oferecidas 119 vagas. A Fundação Mariana Resende (FUMARC) e a Academia de Polícia Civil de Minas Gerais têm a responsabilidade do certame.

A oportunidade é para jornada de trabalho de 40 horas semanais. O salário inicial para o cargo de Escrivão de Polícia I, Nível I, Grau A, corresponde a R$ 4.098,39.


RELACIONADAS



O Regime jurídico de contratação será o estatutário, o que prevê estabilidade empregatícia, em conformidade com as normas contidas em lei, que dispõe sobre o Estatuto dos Funcionários Públicos Civis do Estado de Minas Gerais e alterações posteriores, com regime policial, a obediência à disciplina e à hierarquia, conforme estabelecido em lei.

Inscrição do Concurso Polícia Civil MG para Escrivão

As inscrições do Concurso Polícia Civil MG para escrivão serão realizadas entre 09h do dia 12 de setembro ás 23h do dia 22 de outubro de 2018, no site oficial da organizadora (http://www.fumarc.com.br). A taxa de inscrição custará R$160,00.

Etapas do Concurso Polícia Civil MG para Escrivão

O concurso da Polícia Civil PC/MG 2018 será composto por:

  1. a) Provas de Conhecimentos Objetiva, de caráter eliminatório e classificatório;
  2. b) Prova de Digitação, de caráter eliminatório;
  3. c) Exames Biomédicos e Biofísicos, de caráter eliminatório;
  4. d) Provas de Títulos, de caráter classificatório;
  5. e) Investigação Social, de caráter eliminatório.

Provas Concurso Polícia Civil MG para Escrivão

Prova Objetiva

De acordo com o edital do certame, a prova objetiva será aplicada em Belo Horizonte (MG) no dia 02 de dezembro de 2018, a avaliação tem caráter eliminatório e classificatório. A duração mínima será de 2h e máxima de 4h. A Prova de Conhecimentos Objetiva constará de 60 questões de múltipla-escolha, cada uma com 04 alternativas de respostas, existindo apenas uma resposta correta.

A avaliação contará com questões de Direitos Humanos (06 questões), Língua Portuguesa (20), Noções de Criminologia (05), Noções de Direito (10), Noções de Informática (14) e Noções de Medicina Legal (05).

Cada questão da Prova Objetiva valerá 1 ponto. Será considerado aprovado na Prova Objetiva o candidato que obtiver o mínimo de 60% das respostas corretas. Será eliminado do certame o candidato que obtiver nota inferior ao equivalente a 20% das questões em qualquer uma das matérias descritas no edital, ainda que no somatório final da nota obtenha índice igual ou superior a 60% das respostas corretas.

Prova de Digitação

Somente serão convocados para a Prova Prática de Digitação os 714 candidatos de melhor pontuação habilitados na Prova de Conhecimento Objetiva, dentre estes já incluídos os 72 candidatos com deficiência.

Todos os candidatos de mesma nota na posição 642º para os candidatos de ampla concorrência, e na posição 72º para os candidatos com deficiência serão convocados para submeterem à Prova Prática de Digitação. No caso de o número de aprovação de candidato de deficiência ser inferior ao número de vagas ou se não for aprovado nenhum candidato portador de deficiência, as vagas a esse tipo reservadas, poderão ser preenchidas por candidato não portador de deficiência, obedecida a pontuação obtida e a ordem decrescente de classificação.

A Prova Prática de Digitação, de caráter unicamente eliminatório, será realizada em Belo Horizonte, sendo aplicada no período provável de 04 de fevereiro de 2019 a 07 de fevereiro de 2019.

Os locais e hora de realização da Prova Prática de Digitação estarão disponíveis para consulta na internet no mínimo 05 dias antes da data de sua realização, nos endereços eletrônicos acadepol.policiacivil.mg.gov.br e www.fumarc.com.br, bem como disponibilizados no Quadro de Avisos disposto no hall principal da sede da ACADEPOL.

Prova de Títulos

O candidato aprovado nas Provas de Conhecimentos Objetiva, na Prova Pratica de Digitação e convocado para a Avaliação Psicológica deverá apresentar títulos comprobatórios de seus conhecimentos, em data oportunamente publicada no Diário Oficial do Estado de Minas Gerais e divulgada no site da organizadora.

Os Títulos somente serão julgados e computados os seus pontos obedecendo rigorosamente a ordem de execução das etapas, face ao exposto no edital. A prova de Títulos terá caráter classificatório e terá valor máximo de 05 pontos.

Constituirão Títulos, para esse efeito, observados os seguintes critérios:

  • a) diploma de Curso Superior, excetuado o diploma referente ao curso que será usado para nomeação no cargo de Escrivão de Polícia I, expedido por estabelecimento de ensino oficial ou reconhecido: 02 pontos;
  • b) diploma de curso de pós-graduação, expedido por estabelecimento de ensino oficial ou reconhecido a saber: lato sensu – Especialização: 02 pontos. stricto sensu – Mestrado: 03 pontos. stricto sensu – Doutorado: 04 pontos;
  • c) certificado de conclusão de curso de natureza policial da Academia de Polícia Civil de Minas Gerais, ou congênere, com carga horária igual ou superior a 80 horas/aula: 01 ponto para cada curso de natureza policial diferente, até o limite de 03 pontos.

Não constituem Títulos:

a) trabalhos publicados em qualquer área;
b) atestado de capacidade técnica.

Não serão aceitos Títulos e nem substituições posteriormente ao período determinado.

Além do Concurso PC MG, confira também o Concurso da Polícia Federal, AQUI.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui