-Publicidade-

Concurso Secult CE: Sai edital com 102 vagas para nível superior

-Publicidade-

Publicado no Diário Oficial do Estado, no último sábado, 30 de junho, o novo edital de concurso público (Concurso Secult CE) da Secretaria Estadual da Cultura do Ceará (Secult-CE). A Universidade Estadual do Ceará (Uece) será a banca organizadora e executora do certame, para provimento de 102 vagas em cargos de nível superior, com remunerações  salariais entre R$ 1.343,89 e R$ 5.531,76.

Concurso Secult CE: Sai edital com 102 vagas para nível superior. (imagem: reprodução/internet)
Concurso Secult CE: Sai edital com 102 vagas para nível superior. (imagem: reprodução/internet)

Vagas do Concurso Secult CE

As 102 vagas do Concurso Secult CE são para cargos de nível superior e foram distribuídas entre: Analista de Cultura (36), Analista de Cultura na especialidade de Artes Cênicas /Teatro/ Artes Dramáticas (03), Dança(03), Artes Plásticas/ Visuais (03), Cinema e Audiovisual (03), Letras (02), Música (03) Pedagogia (02), Analista de Patrimônio na especialidade de Arquitetura (02), Conservação/ Restauração (04), Engenharia Civil (02), Antropólogo (02), Arquivista (04), Bibliotecário (17), Historiador (10), Museólogo (04) e Sociólogo (02).

-Publicidade-

Concurso Secult CE: Sai edital com 102 vagas para nível superior
Concurso Secult CE: Sai edital com 102 vagas para nível superior

Inscrições do Concurso Secult CE

As inscrições do Concurso Secult CE poderão ser realizada, entre ás 08h do dia 24 de julho até ás 17h do dia 4 de setembro de 2018, no site da banca organizadora, Uece, (http://www.uece.br/cev). A taxa de inscrição é de R$ 130,00.

-Publicidade-

Poderão solicitar isenção da taxa de inscrição, servidores públicos do estado do Ceará, doadores de sangue, egressos do ensino médio em escola pública, pessoas com deficiência e pessoas com renda de até dois salários mínimos.

Provas do Concurso Secult CE

A prova objetiva será aplicada em Fortaleza, em data a ser divulgada posteriormente. Serão questões de Língua Portuguesa, Fundamentos de Administração Pública, Políticas Culturais e Conhecimentos Específicos. Haverá ainda avaliação de títulos, pontuando especialização, mestrado e doutorado.

Tabelas das provas objetivas da 1ª fase do Concurso contendo disciplinas, números de questões e seus valores, perfil mínimo para aprovação, por disciplina e por prova.

-Publicidade-

Concurso Secult CE: Sai edital com 102 vagas para nível superior
Concurso Secult CE: Sai edital com 102 vagas para nível superior

O concurso terá validade de 2 anos a partir da homologação de resultado, prazo que pode ser prorrogado uma vez pelo mesmo período. Veja o edital.

Atribuições dos cargos do Concurso Secult CE

Analista de Cultura: Formular, planejar, coordenar, acompanhar, executar e avaliar políticas e programas em políticas públicas e gestão cultural; Planejar e organizar eventos e projetos; Elaborar projetos voltados para a promoção e desenvolvimento de ações culturais; Elaborar, executar, fiscalizar e avaliar editais e outros programas e projetos culturais; Propor, executar e acompanhar a gestão dos equipamentos e instituições culturais; Assessorar a Secretaria da Cultura na execução e acompanhamento das metas do Plano Estadual de Cultura.

Analista de Patrimônio – Arquitetura: Planejar, coordenar, avaliar e executar políticas, programas e atividades referentes ao patrimônio material cultural do Ceará e da Secult; Acompanhar obras de restauro e políticas de inventário e tombamento; Assessorar na elaboração de instrução de tombamento e conservação dos equipamentos culturais; Prestar assessoria na fiscalização, controle e gerenciamento técnico de arquitetura e urbanismo relativos ao patrimônio histórico e cultural; Fiscalizar obras e realizar estudos de inventário e tombamento e desenvolver metodologias e técnicas de preservação do patrimônio arquitetônico.

Analista de Patrimônio – Conservação e Restauro: Planejar, coordenar, supervisionar, avaliar e executar programas e atividades referentes à política de restauro e conservação do patrimônio artístico e cultural, tais como: pintura, escultura, metal, mobiliário e têxtil; Participar de programas de desenvolvimento que envolvam conteúdos relativos à área de atuação ou neles atuar; Acompanhar processos de restauração e tombamento da Secult e de seus equipamentos; Pensar políticas de formação no âmbito de sua área de atuação.

Analista de Patrimônio – Engenharia Civil: Planejar, coordenar, avaliar e executar políticas, programas e atividades referentes ao patrimônio histórico e cultural; Fornecer orientação técnica em obras do patrimônio histórico-cultural; Acompanhar obras de reforma e restauro dos equipamentos culturais; Assessorar a Secretaria da Cultura na execução das diretrizes e instruções no âmbito do patrimônio histórico e cultural; Assessorar na boa conservação de equipamentos culturais e edificações da Secult.

Antropólogo: Realizar estudos culturais e pesquisas sociais, econômicas e políticas; Participar da elaboração, implementação e avaliação de políticas e programas públicos; Planejar e executar políticas e programas no âmbito do patrimônio material e imaterial, culturas tradicionais e fenômenos da sociedade contemporânea; Pesquisar e analisar os processos sociais e das formas de organização e estruturação da vida social e cultural do homem; Gerir patrimônio histórico, arqueológico e cultural; Analisar as instituições públicas e privadas em suas distintas singularidades históricas e culturais.

Arquivista: Formular, planejar, coordenar, acompanhar, executar e avaliar políticas e programas culturais de conservação e arquivologia; Organizar, analisar e selecionar documentos de natureza histórica, científica, literária e de outra natureza, escolhendo-os por assuntos, dando um tratamento técnico sistematizado, arquivando-os de forma adequada para facilitar a consulta e evitar a sua deterioração.

Bibliotecário: Formular, planejar, coordenar, acompanhar, executar e avaliar políticas e programas culturais de livro, leitura e literatura. Planejar, implantar organizar, dirigir e executar trabalhos técnicos relativos as atividades biblioteconômicas, desenvolvendo sistema de catalogação, classificação, referência e conservação do acervo bibliográfico para armazenar e recuperar informações de caráter geral e específico e alocá-las à disposição dos usuários, em bibliotecas ou em centros de documentação

Historiador: Formular, planejar, coordenar, acompanhar, executar e avaliar políticas e programas culturais de conservação, patrimônio e salvaguarda; Coordenar, desenvolver e orientar estudos e análises relativamente aos feitos realizados pelo homem nos tempos passados e atuais, pesquisando documentos históricos e outras fontes de informações, para possibilitar o conhecimento de um ou vários períodos ou aspectos da vida e da atuação do ser humano.

Museólogo: Formular, planejar, coordenar, acompanhar, executar e avaliar políticas e programas culturais de conservação, patrimônio e museologia. Organizar, ampliar e conservar coleções de objetos artísticos, culturais, históricos e outras peças de igual valor e interesse público, catalogando-as e classificando-as através de métodos e técnicas específicas, a fim de agilizar e auxiliar as consultas a serem realizadas, divulgando e incrementando a real importância do patrimônio cultural e histórico para a população.

Sociólogo: Planejar, coordenar, desenvolver e analisar planos e projetos de pesquisa sobre as condições socioeconômicas, culturais e organizacionais da sociedade e de instituições comunitárias, efetuando levantamentos sistemáticos, utilizando-se de recursos diversos, para fornecer os subsídios necessários a realização de diagnósticos gerais e a análise de problemas específicos das diversas áreas de atuação.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua navegação. Ao continuar navegando você concorda com a nossa Política de Privacidade e nossos termos de uso Aceitar Ler Política