O IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, divulgou nesta sexta-feira (27) que o desemprego caiu no Brasil no mês de agosto, atingindo a marca de 11,8 % no trimestre encerrado.

Siga => A Folha Hoje no Google News


RELACIONADAS



Apesar dos bons resultados, cerca de 12,6 milhões de brasileiros ainda estão a procura de trabalho com carteira assinada, e isso demonstra pelo crescimento no número de trabalhos informais.

Os resultados sobre os dados da queda do desemprego no Brasil representa uma estabilidade frente ao trimestre encerrado em julho.

Mas, se for comparado ao trimestre do ano passado, esse percentual ficou na casa dos 12,1%, onde agora esse ano houve uma a taxa de desemprego menor de 0,3 ponto percentual.

Apesar dos sinais de recuperação do mercado de trabalho, os dados do IBGE mostram que o aumento da população ocupada tem sido puxado sobretudo pelo aumento da informalidade, que bateu novo recorde.

O que acontece é que muitas pessoas, não encontrando emprego com carteira assinada, começaram a buscar alternativas, e a informalidade por meio de prestação de serviços acabou sendo uma das principais rendas do Brasil neste momento de instabilidade econômica.

Ou seja, quem não conseguia encontrar emprego em CLT, tiveram que ir atrás de outras oportunidades,.

Por isso, o número de desemprego caiu justamente por causa dessas pessoas que retornaram ao mercado de trabalho de uma forma diferenciada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui