Unindo-se a favor do orgulho LGBTQ+, que teve destaque no último mês de junho, a Disney e a Nickelodeon se unem na exibição de anúncios em apoio à agenda e programação infantil que ressalte a representatividade.

A Disney conquistou as manchetes, devido a uma promoção de elementos envolvendo essa temática em sua programação infantil. Ressaltando os eventos do orgulho LGBTQ+ para a Disneylang Paris pela primeira vez em sua história.


RELACIONADAS



Entretanto, essa não é a primeira vez que a empresa se destaca por se posicionar a favor do orgulho e da representatividade. Pelas mídias sociais, a Disney demonstra seu apoio quando o “Mês do Orgulho” chega.

Loading...

Todavia, essa é a primeira vez que os dois canais de conteúdo infantil mais assistidos no mundo, se unem por essa causa. Mas antes de continuar conferindo os detalhes dessa matéria, clique nesse botão azul e fique por dentro das novidades do mundo do entretenimento, que a equipe da Folha Hoje preparou para você.

Disney e Nickelodeon unidas a favor do orgulho LGBTQ+

Disney e Nickelodeon se unem em anúncio a favor do orgulho LGBTQ+ (Foto: categorianerd.com)
Disney e Nickelodeon se unem em anúncio a favor do orgulho LGBTQ+ (Foto: categorianerd.com)

O marco desse apoio se deu na programação infantil do canal Disney Channel, onde foi apresentado Raven-Symone, que é lésbica. Reven nunca sita os termos comumente usados, como “gay”, se concentrando em incluir a diversidade unindo “todos os setores da vida”.

Loading...

Estamos em uma nova era em que não é mais apenas preto e branco. Temos roxo, vermelho e o arco-íris inteiro. Todo mundo quer ser tratado com respeito e é bonito. Adoro poder me unir a todas as esferas da vida – todas as idades, todas as cores e celebrar a unidade de ser nossa. Orgulho para mim é força.”, fala Reven em anúncio.

Em contrapartida, a Nickelodeon foi mais explícita, trazendo diversos artistas homossexuais, tais quais Amandla Stenberg, que atuou na saga de filmes Jogos Vorazes, quando ainda tinha apenas 13 anos.

Como todo assunto polêmico, a posição das empresas gerou uma divergência tremenda em seus fãs. Enquanto alguns apoiavam, outros levantavam hashtags com os dizeres de “não mais Nickelodeon”, afirmando que anúncios sobre orientação sexual seria inapropriado para crianças.

Loading...

Loading...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui