11 de Maio de 2019, atualizado ás 18:05

Emagrecer: Como a depressão e a ansiedade afeta o emagrecimento



Por: | Beleza

Compartilhar:
         

Você sabia que a depressão e a ansiedade é um dos inimigos na hora de emagrecer? Por outro lado, o mesmo problema pode fazer engordar. Mas, vamos nos concentrar na primeira questão.

Emagrecer: Como a depressão e a ansiedade afeta o emagrecimento. (imagem: reprodução/internet)

Algumas pessoas seguem fielmente as atividades físicas e mesmo assim não consegue emagrecer, mesmo respeitando a dieta, a dificuldade para perder peso ainda é enorme. Afinal, qual é o problema?

De acordo com especialistas, a dificuldade no emagrecimento pode estar ligada a depressão e a ansiedade. Vamos entender como funciona

A ansiedade atrapalhar você a emagrecer

Um dos maiores problemas na hora de emagrecer é a ansiedade, pois, ela faz com que você coma descontroladamente, vale ressaltar que ela também pode fazer engordar absurdamente.

(imagem: reprodução/internet)

Quando você inicia um processo de emagrecimento, uma dieta, a primeira coisa que se faz é a troca de alimentos. Quando o organismo começa a sentir falta de alguns prediletos, inicia-se um processo de abstinência e com isso provoca várias reações que podem promover ansiedade e a depressão.

Leia: Entenda porque as dietas “falham” e comece a perder peso.

Se você está bem acima do peso e pretende emagrecer, comece da forma correta, procure um nutricionista, ele(a) vai te ajudar a perder peso rápido e com saúde. Não faça dieta por conta própria!

Quando a depressão surge no momento da dieta para emagrecer?

Vale ressaltar que, a ansiedade é um dos primeiros passos para levar uma pessoa a ter depressão. Você segue a dieta, e a noite, por conta da ansiedade, come de tudo, e acaba te frustrando e consequentemente te levando a cair em depressão. Isso é muito sério, “não é frescura, nem “viadagem”, nem falta de afazeres, nem mente vazia”, não é uma piada.

A depressão também faz você perder muito peso e consequentemente afeta sua saúde. (imagem: reprodução/internet)

A depressão surge quando você para de comer, pelo dia, aqueles alimentos com muita gorduras e doces que você tanto adorava, ligando ao fato de que você está em dieta, mas, a noite você come tudo e “estraga o trabalho feito durante o dia”.

Leia também: Alimentos para desintoxicar seu corpo, curar ressaca e emagrecer

Tanto a depressão quanto a ansiedade são sintomas que agem silenciosamente e possuem vários níveis de comportamentos. Ficar estressado ou ansioso, tornará sua meta para emagrecer muito difícil, pois, os dois problemas liberam um hormônio que dificulta o organismo a processar os alimentos corretamente.

Uma pessoa estressada ou ansiosa, tende a armazenar muita gordura no corpo, e o pior é que, ela também acaba perdendo massa muscular.

Dicas para combater a ansiedade e o estresse e emagrecer

Se você acredita que está sofrendo desse problema procure um médico imediatamente, não tente resolver sua vida apenas com essas dicas. Além disso:

  • Não crie metas absurdamente difíceis de serem alcançadas, afinal, não queremos que você fique com ansiedade, siga uma dieta prescrita por um nutricionista, ela servi para facilitar sua vida e não atrapalhar.
  • Não faça dietas super restrita, siga as dicas de cima, consulte um profissional que você não terá problemas com essa questão.
  • Seguir um cardápio alimentar te ajudará a não sentir fome durante o dia e com isso, você passará a comer menos nas principais refeições. Não precisa ficar com fome para emagrecer.
  • Durma todos os dias ao menos 8 horas. Respeite rigorosamente seu momento de sono, isso te fará um bem incrível.
  • Mudando para alimentos, não deixe de comer frutas, verduras e legumes, mesmo que você não gostar. Meu esposo, por exemplo, odeia, mas, ele mistura com o arroz e outras coisas que gosta, diz ele que nem senti o gosto.
(imagem: reprodução/internet)

Dito isso, não esqueça que, o mais importante é a sua saúde, emagrecer é legal e faz bem para o corpo e o coração, mas, esse processo precisa ser feito corretamente para não prejudicar sua qualidade de vida.




Cleia Santana

  

1 Comentário

  1. Esse artigo é muito útil. Sensacional!