A Endometriose é causadora de Cólicas menstruais e infertilidade; Saiba como tratar

A doença não tem cura, mas tem tratamento e a melhor forma de prevenção é visitar o ginecologista regularmente para evitar o agravamento dos sintomas.

A endometriose é uma doença séria, que atinge cerca de 15% das mulheres brasileiras com idade entre 13 e 45 anos. Os principais sintomas desta patologia são: cólicas menstruais intensas que não cessam com uso de analgésicos, dor durante a relação sexual e intestino fora do ritmo. Ginecologistas alertam que a demora no diagnóstico pode levar a mulher à infertilidade. Deve-se ressaltar que a única forma de identificar a doença é através de exames clínicos.

A doença é caracterizada através da implantação de células do tecido que reveste o interior do útero (o endométrio) fora da cavidade uterina, ou seja, no ovário, trompas, intestino e até na bexiga. A infertilidade feminina pode estar diretamente relacionada à doença e cerca de 30% das portadoras tornam-se inférteis. Na maioria dos casos, cerca de 90% das mulheres não conseguem engravidar devido a dor causada pela doença.

É importante ressaltar que a endometriose não é uma doença sexualmente transmissível e pode não dar sinal de sua existência. Em alguns casos a doença só é detectada nas consultas de rotina com o ginecologista, por isso é tão importante que as mulheres frequentem o especialista regularmente. Além disso, a endometriose não tem cura, mas tem tratamento e deve ser iniciado assim que a paciente é diagnosticada.

O diagnóstico

Essa doença do útero só é identificada através da combinação de exames físicos, de laboratório e imagem, como a ultrassonografia e ressonância magnética. Há também a necessidade de fazer uma laparoscopia, um exame na qual são necessárias algumas pequenas incisões na barriga e a introdução de instrumentos telescópicos para visualização do útero e, se necessário, retirada das lesões.

Tratamento

Há no mercado, medicamentos muito eficazes para o tratamento da doença. Em alguns casos, quando as lesões causadas pela endometriose estão avançadas, é necessária a intervenção cirúrgica através da laparoscopia, onde essas lesões são retiradas de forma definitiva.

Prevenção

Infelizmente ainda não se sabe o que causa a doença, diante disso a melhor forma de prevenção é visitar o ginecologista regularmente para que ele possa identificar a endometriose ainda em fase inicial e, assim, evitar o agravamento dos sintomas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here