Paulo Gustavo é velado na presença de poucos amigos e familiares

O ator e comediante morreu na última terça-feira (4), por volta das 21h12, depois de ficar 53 dias internado por conta do coronavírus Covid-19.

Por: Raquel Luciano - Jornalista
06/05/2021 às 16:18 - atualizado em 06/05/2021 às 16:18

Compartilhe: faceboook twitter whatsapp

A ator Paulo Gustavo está sendo velado nesta quinta-feira (06), em cerimonia restrita apenas para poucos amigos e familiares em decorrência da pandemia.

O ator e comediante morreu na última terça-feira (4), por volta das 21h12, depois de ficar 53 dias internado por conta do coronavírus Covid-19. Em uma despedida realizada hoje, os familiares pediram que a imprensa não divulgasse o local do velório e onde o corpo de Paulo Gustavo será cremado para evitar aglomeração dos fãs.

Assim, apenas familiares amigos mais próximos estiveram no local. Entre eles, Tatá Werneck chegou acompanhada de seu marido, Rafael Vitti, as atrizes Heloísa Périssé e Ingrid Guimarães vestindo camisetas com a foto do ator estampada, o amigo de longa data e parceiro profissional de Paulo Gustavo, Marcus Majella, assim como outras pessoas mais próximas.

A mãe de Paulo Gustavo, Dona Deia, que inspirou o ator a criar a personagem Dona Hermínia e foi o maior sucesso do artista, chegou acompanhada da filha Juliana. Bastante emocionadas, elas entraram para o velório sem falar com ninguém.

Já o marido de Paulo Gustavo, o médico Thales Bretas, ficou um pouco na porta do velório recepcionando a chegada dos amigos, mas logo foi para dentro do recinto dar o último adeus ao grande amor.

Nas redes sociais uma comoção tomou conta desde a morte de Paulo Gustavo. Não só os amigos, como diversas celebridades e o público em geral, lamentaram a morte precoce do artista, que com apenas 42 anos, lutou fervorosamente pela vida, mas depois de 53 dias internado, não conseguiu resistir ao vírus.

Veja como foi a trajetória de Paulo Gustavo durante o período internado

No dia 03 de março, o ator Paulo Gustavo, que ficou conhecido no cinema pelo filme “Minha Mãe é uma Peça”, deu entrada no Hospital Copa D’or, zona sul do Rio de Janeiro com sintomas de coronavírus Covid-19. Ao ser diagnosticado com a doença, ele precisou ser internado e como seu quadro de saúde piorou, precisou ser entubado e levado para a UTI.

Semanas depois, o ator teve que passar por um procedimento chamado ECMO – Oxigenação por Membrana Extracorpórea, que faz o papel do pulmão fora do corpo. Assim, os médicos acreditavam que o órgão conseguiria se recuperar melhor sem trabalhar.

No último domingo (2), Paulo teve uma melhora no quadro clínico e os médicos chegaram a retirar boa parte da sedação, o que fez com que o artista interagisse com os médicos e o marido.

Entretanto, bruscamente, na madrugada ele teve uma piora e foi diagnosticado com embolia gasosa, causada pela fístula brônquio-venosa. Devido a isso, o sistema nervoso do artista foi comprometido, vindo a falecer na terça-feira.

Paulo Gustavo se casou com o médico Thales Bretas em 2015. Após um processo de barriga de aluguel feito nos Estados Unidos, eles se tornaram pais de Romeu e Gael, de 1 ano de idade.

Dúvidas, critícas e sugestões? Fale com a gente
Acompanhe a Folha Hoje nas Redes! faceboook twitter youtube instagram Google News
Raquel Luciano

Raquel Luciano
Jornalista formada pela Universidade Nove de Julho de São Paulo com 10 anos de experiência na área de comunicação. Saiba mais sobre Raquel em seu perfil!