Durante conversa com apoiadores, em frente ao Palácio da Alvorada, nesta segunda-feira (08), o presidente Jair Bolsonaro afirmou que o Brasil era um “corpo com câncer” em janeiro de 2019, quando assumiu o governo.

“Pessoal, vocês entenderam como eu peguei esse país. Vocês têm razão o que pleiteiam e o que falam. Agora, eu peguei um corpo com câncer em tudo quanto é lugar. Um médico não pode, de uma hora pra outra, resolver esse problema todo”, declarou o presidente.


RELACIONADAS



Bolsonaro afirmou ainda, que “se o Brasil continuasse nas mãos de quem estava já teria acabado o Brasil”, bem como, que aos poucos os problemas serão solucionados.

Loading...

Além disso, o presidente não concedeu entrevistas à imprensa nesta manhã. Todavia, no dia de ontem(07), ocorreram manifestações contrárias ao governo e, segundo Bolsonaro, estes atos são um “grande problema”.

“O grande problema, no momento, é esse que vocês estão vendo aí.  Viram um pouco na rua ontem. Estão começando a colocar a manga de fora. É muito interesse que tem de dentro do Brasil e de fora. Pode ter certeza que não vou desistir”, afirmou.

Loading...

“Agora 30 anos de doutrinação em cima do Brasil. Cada vez mais formando militantes. E tem gente que faz isso, não é nem por maldade, tá na cabeça deles”, completou. 

Declarações de Bolsonaro quanto à Pandemia

Era "corpo com câncer", diz Bolsonaro sobre o Brasil
Era “corpo com câncer”, diz Bolsonaro sobre o Brasil – Foto: O Dia

O presidente Jair Bolsonaro responsabilizou os governantes pelo alto índice de desemprego e pelo número de mortes ocasionadas pelo infecção do Novo Coronavírus. Assim como, indiretamente, criticou-os por supostos desvios das verbas destinadas ao combate da pandemia.

“O Supremo deu todos os poderes para eles [governadores] para gerir esse problema. Eu apenas injeto bilhões nas mãos deles e alguns ainda desviam”, afirmou.

Além disso, quanto ao uso da Cloroquina, Jair Bolsonaro falou que “vidas foram perdidas” devido a não utilização do medicamento. Embora não existam estudos clínicos que comprovem a eficácia do remédio, o presidente defende o uso para tratamento de pacientes com COVID-19.

Loading...

“Erraram tudo, erraram isolamento. Até na cloroquina erraram, depois se desculparam. Vidas foram perdidas”, declarou Bolsonaro. 

Loading...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui