-Publicidade-

Era “corpo com câncer”, diz Bolsonaro sobre o Brasil

Em diálogo com apoiadores, nesta segunda-feira(08), o presidente Jair Bolsonaro falou sobre o estado em que se encontrava o país quando assumiu o governo.

-Publicidade-

Durante conversa com apoiadores, em frente ao Palácio da Alvorada, nesta segunda-feira (08), o presidente Jair Bolsonaro afirmou que o Brasil era um “corpo com câncer” em janeiro de 2019, quando assumiu o governo.

“Pessoal, vocês entenderam como eu peguei esse país. Vocês têm razão o que pleiteiam e o que falam. Agora, eu peguei um corpo com câncer em tudo quanto é lugar. Um médico não pode, de uma hora pra outra, resolver esse problema todo”, declarou o presidente.

Bolsonaro afirmou ainda, que “se o Brasil continuasse nas mãos de quem estava já teria acabado o Brasil”, bem como, que aos poucos os problemas serão solucionados.

Além disso, o presidente não concedeu entrevistas à imprensa nesta manhã. Todavia, no dia de ontem(07), ocorreram manifestações contrárias ao governo e, segundo Bolsonaro, estes atos são um “grande problema”.

-Publicidade-

“O grande problema, no momento, é esse que vocês estão vendo aí.  Viram um pouco na rua ontem. Estão começando a colocar a manga de fora. É muito interesse que tem de dentro do Brasil e de fora. Pode ter certeza que não vou desistir”, afirmou.

“Agora 30 anos de doutrinação em cima do Brasil. Cada vez mais formando militantes. E tem gente que faz isso, não é nem por maldade, tá na cabeça deles”, completou. 

Declarações de Bolsonaro quanto à Pandemia

-Publicidade-

Era "corpo com câncer", diz Bolsonaro sobre o Brasil
Era “corpo com câncer”, diz Bolsonaro sobre o Brasil – Foto: O Dia

O presidente Jair Bolsonaro responsabilizou os governantes pelo alto índice de desemprego e pelo número de mortes ocasionadas pelo infecção do Novo Coronavírus. Assim como, indiretamente, criticou-os por supostos desvios das verbas destinadas ao combate da pandemia.

“O Supremo deu todos os poderes para eles [governadores] para gerir esse problema. Eu apenas injeto bilhões nas mãos deles e alguns ainda desviam”, afirmou.

Além disso, quanto ao uso da Cloroquina, Jair Bolsonaro falou que “vidas foram perdidas” devido a não utilização do medicamento. Embora não existam estudos clínicos que comprovem a eficácia do remédio, o presidente defende o uso para tratamento de pacientes com COVID-19.

-Publicidade-

“Erraram tudo, erraram isolamento. Até na cloroquina erraram, depois se desculparam. Vidas foram perdidas”, declarou Bolsonaro. 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua navegação. Ao continuar navegando você concorda com a nossa Política de Privacidade e nossos termos de uso Aceitar Ler Política