Inicio » Esportes » Cruzeiro: Gestão De Ronaldo Já Estabelece Corte Na Folha Salarial

Cruzeiro: Gestão De Ronaldo Já Estabelece Corte Na Folha Salarial

Grupo de trabalho de Ronaldo Fenômeno classifica os contratos atuais do Cruzeiro como ‘impagáveis e irresponsáveis’.

Após assumir 90% da SAF (Sociedade Anônima do Futebol) do Cruzeiro, Ronaldo Fenômeno deixou claro que o discurso adotado seria o de cautela e muito trabalho.

Entrevista com Daronco

Após iniciar as atividades e examinar os contratos do departamento de futebol celeste, a empolgação passa longe e a ordem da equipe de Fenômeno é que cortes sejam feitos durante o processo de transição para garantir a eficiência do projeto.

A meta daquela que foi chamada de “nova política salarial” é clara: redução da folha do futebol em dois terços do valor atual. 

A ideia é adaptar os vencimentos estabelecidos em vínculos atuais. Quem não topar a ideia terá seu contrato rescindido. 

Ronaldo negociando compra do Cruzeiro
Ronaldo Fenômeno investiu R$ 400 milhões na negociação que adquiriu 90% das ações (imagem: divulgação)

De acordo com o grupo de trabalho que atua próximo a Ronaldo, somente um choque de gestão deste nível poderá possibilitar o funcionamento das operações. 

Pessoas que participam diretamente da transição ouvidas pela reportagem do ESPN.com.br classificaram os contratos como “impagáveis e irresponsáveis”.

A ordem é “cortar na carne” em nome de uma responsabilidade orçamentária que, segundo os responsáveis pelo projeto, permitirá o sucesso futuro da empreitada.

O desafio é explicar que nenhum investimento milionário a médio prazo seria possível ou renderia frutos se um corte inicial não fosse feito.

Diligência Em 120 Dias

Ronaldo Fenômeno em jogo do Real Valladolid
Ronaldo Fenômeno em jogo do Real Valladolid (imagem: divulgação)

O processo de duo diligência (investigação de informações de determinada empresa) que fará Ronaldo tomar ciência do cenário no futebol cruzeirense durará 120 dias.

Ao final deste período, o Fenômeno decidirá se assinará a compra da SAF celeste. Há a possibilidade de desistência do negócio, mas o grupo do ex-jogador assegura, mesmo com o baque inicial, tal opção não está nos planos.

Ainda de olho na reestruturação, Ronaldo monitora o mercado atrás de profissionais que se enquadrem no perfil definido pelo grupo: jovens e com formação acadêmica em gestão.

Com acerto anterior ao da SAF para gerir o futebol do Cruzeiro em 2022, o executivo Alexandre Mattos foi dispensado por Ronaldo por não se enquadrar no perfil estabelecido

Quem deve ter o mesmo destino nos próximos meses é o técnico Vanderlei Luxemburgo. O experiente treinador não goza de prestígio entre os novos dirigentes que comandarão o Cruzeiro.

O corte nos vencimentos do cargo de comandante da comissão técnica está entre as prioridades do grupo de transição. Fonte: ESPN

Relacionados