Noticias do Palmeiras: Diretoria topa empréstimo de Borja

O Palmeiras deseja aliviar a folha salarial que teve um aumento com chegada de reforços

Por: Brendow Felipe - Jornalista
31/07/2021 às 15:25 - atualizado em 31/07/2021 às 15:27

Compartilhe: faceboook twitter whatsapp

O Grêmio segue em busca de reforçar seu elenco e busca um atacante de referencia e até então o Palmeiras virou alvo. Após algumas tentativas frustradas para ter Luiz Adriano, o Tricolor gaúcho vai atrás de Borja, para fazer parte do seu elenco. Acompanhe mais noticias do Palmeiras aqui na pagina do A Folha Hoje.

O Palmeiras não vê problema em aceitar a transferência que seria por empréstimo, mas impõe algumas condições para o negócio:

1 – O Grêmio tem que desembolsar dinheiro pelo empréstimo

2 – Grêmio tem que topar a liberação imediata de Borja caso o Palmeiras receba uma proposta do exterior pelo centroavante

3 – O estafe de Borja tem que aceitar renovar o contrato do atacante com o Palmeiras pelo período do empréstimo ao Grêmio.

Miguel Borja recebe um salário cerca de R$ 500 mil. Todavia, a diretoria do Palmeiras faz uma conta na folha salarial para um período de longo prazo. Nessa conta, o salário de Borja chegaria a quase R$ 6,2 milhões, e o Palmeiras deseja diminuir essa folha.

  • Veja mais Noticias do Palmeiras e do futebol brasileiro aqui no A Folha hoje

Até então, a diretoria do Verdão teve aumento nos salários devido a volta de Dudu, que ganha R$ 2,1 Milhões de salário. Além do ídolo do Palmeiras, o elenco teve a volta de Deyverson e a recente vinda de Jorge e, provavelmente, Piquerez.

Miguel Borja chegou ao verdão como a maior contratação do clube, mas hoje a diretoria entende que ele é negociável.

Dúvidas, critícas e sugestões? Fale com a gente
Acompanhe a Folha Hoje nas Redes! faceboook twitter youtube instagram Google News
Brendow Felipe

Brendow Felipe
Brendow Felipe, formado em jornalismo. Com experiencia em colunas de esportes em jornais digitais. Saiba mais sobre Brendow em seu perfil!