08 de Fevereiro de 2019, atualizado ás 13:02

Estado de saúde do presidente Bolsonaro inspira cuidados revelam médicos



Por: | Notícias

Compartilhar:
         

Após o diagnóstico da pneumonia do presidente Jair Bolsonaro, confirmado nesta última quinta-feira (7), médicos revelam que o estado de saúde do Chefe de Estado inspira cuidados. Devido a isso, é possível que Bolsonaro continue internado no hospital Albert Einstein.

Estado de saúde do presidente Bolsonaro inspira cuidados revelam médicos (foto: internet)

Siga A Folha Hoje no Google News – Clique Aqui!

Quadro clínico de Bolsonaro

Médicos ouvidos pela imprensa afirmaram que o diagnóstico da pneumonia do presidente Jair Bolsonaro, que foi confirmada na quinta-feira (7), agravou o quadro clínico do Chefe de Estado que inspira grandes cuidados.

Ainda segundo a equipe médica que acompanha o presidente, o novo diagnóstico surgiu depois de várias outras complicações no estado de saúde que Bolsonaro sofreu após a última cirurgia realizada em janeiro.

A pneumonia é considerada um agravo que pode surgir depois de 48 hrs de internação hospitalar e costuma durar mais de sete dias quando tratada devidamente. No entanto, o boletim apresentado pelos médicos não especificou o motivo do surgimento dessa infecção pulmonar.

Estado de saúde do presidente Bolsonaro inspira cuidados revelam médicos (foto: internet)

Leia Também:

Bolsonaro volta atrás, nomeia ministro do turismo e ignora desvio eleitoral

Estado de saúde de Bolsonaro piora e alta é adiada

Previsão de alta

O presidente Bolsonaro está internado no hospital Albert Einstein – SP há 11 dias. Durante esse período, ele sofreu uma série de intercorrências sendo que a última ocorreu na noite de quarta-feira (6), quando Jair Bolsonaro teve uma febre alta. Após a realização de uma tomografia, foi diagnosticado que ele estava sofrendo de uma pneumonia.

Com esse novo diagnóstico, o presidente terá que passar pelo menos mais 7 dias internado na instituição. Isso porque será dado início ao tratamento por meio de antibióticos como afirmou o cirurgião Antônio Luiz Macedo.

A princípio, a alta do presidente estava prevista para acontecer apenas 10 dias depois da sua internação no hospital paulista. Dessa forma, ele teria saído da instituição na última quarta-feira (06).

No entanto, devido ao agravamento do seu quadro, a estimativa otimista é que Bolsonaro receba a alta após 18 dias da sua internação. Ele continua sendo acompanhado pela primeira-dama e recebe visitas frequentes dos filhos e dos seus assessores.

Caso a estadia do presidente seja prorrogada mais uma vez, é possível que o vice-presidente Hamilton Mourão precise assumir de maneira temporária a presidência novamente. Isso aconteceu quando Bolsonaro foi submetido a cirurgia no início de janeiro.


Redação A Folha Hoje

https://www.afolhahoje.com/

A Folha hoje é um portal Notícias, Entretenimento e Conteúdo de nichos específicos como, concurso público, dicas de cartão de crédito, resultados de loterias, e muito mais. Para falar conosco envie um e-mail para contato.afolhahoje@gmail.com

  

0 Comentários