Prévia da inflação oficial fica em 0,83% em junho

De acordo com o IBGE, mais de um terço da taxa registrada em junho é derivada das altas na gasolina e na energia elétrica.

Por: Caroline Brito - Jornalista
26/06/2021 às 10:05 - atualizado em 25/06/2021 às 10:27

Compartilhe: faceboook twitter whatsapp

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15), uma prévia da inflação oficial do Brasil, ficou em 0,83% em junho, 0,39 ponto percentual (p.p.) acima da taxa de maio (0,44%), conforme divulgado hoje (25) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

De acordo com o IBGE, mais de um terço da taxa registrada em junho é derivada das altas na gasolina e na energia elétrica.

Colabora para esse quadro a mudança na bandeira tarifária de vermelha patamar 1, que é de R$ 4,169 a cada 100kWh consumidos, para vermelha patamar 2, cujo valor é de R$ 6,243. A alta da cobrança de energia se deve à crise hídrica que tem exigido o acionamento das termoelétricas, de energia mais cara.

Já os preços dos alimentos e bebidas também aumentaram, mas a alta desacelerou de 0,48% em maio para 0,41% em junho. A alimentação no domicílio, por exemplo, passou de 0,50% para 0,15% no período.

Destaque-se que o indicador acumula alta de 4,13% em 2021 e, em 12 meses, de 8,13%, acima dos 7,27% registrados nos 12 meses imediatamente anteriores. O índice é superior ao teto da meta estabelecida pelo governo para a inflação deste ano, que é de 5,25%.

Imagem: Divulgação.

Dúvidas, critícas e sugestões? Fale com a gente
Acompanhe a Folha Hoje nas Redes! faceboook twitter youtube instagram Google News
Caroline Brito

Caroline Brito
Caroline Brito é jornalista, formada pela Universidade Federal do Ceará, em 2012, e mestra em Planejamento e Políticas Públicas pela UECE. Saiba mais sobre Caroline em seu perfil!