O fenômeno começou a acontecer após a passagem do furacão Laura que devastou a costa do estado há duas semanas. Agora as hordas de mosquitos se tornaram a principal preocupação dos produtores de gado.

Segundo relatos, entre 300 e 400 cabeças de gado já morreram por conta dos ataques dos mosquitos. Essa informação foi confirmada por Craig Fontenot, veterinário especialistas de animais de grande porte.


RELACIONADAS



Os relatos surgem a cada instante. Vários deles falam sobre mortes de touros, vacas e cavalos. Alguns produtores falam que é impossível abrir até mesmo a própria casa.

Além disso, o prejuízo também é inevitável, alguns animais já haviam sidos vendidos, mas acabaram morrendo repentinamente. Um único fazendeiro teve o prejuízo de mais de US$ 100.000,00.

Tempestades e clima quente favoreceram a proliferação dos mosquitos

Nuvens de mosquitos estão matando animais e situação preocupa produtores em Luisiana, Estados Unidos - foto: reprodução
Nuvens de mosquitos estão matando animais e situação preocupa produtores em Luisiana, Estados Unidos – foto: reprodução

Os mosquitos drenam o sangue do gado, provocando sangramentos e anemia. Durante os ataques, os animais ficam tão exaustos fugindo das picadas dos mosquitos que acabam sucumbindo e morrem em seguida.

A situação é favorecida pelos temporais que ajudaram a criar um ambiente fértil para a proliferação dos mosquitos. Agora os ovos não param de eclodir no solo, explica os Centros de Controle e Prevenção de Doenças.

Cada mosquito pode produzir até 200 ovos, basta apenas 30 mL de água para isto. E a preocupação fica ainda maior por saber que é necessário apenas 1-3 dias para os ovos eclodirem.

Nesta situação está sendo recomendada o uso de repelentes, tanto para as pessoas quanto para os animais. Camisas mais longas também foram aconselhadas. Ventiladores também podem estar sendo utilizados para manter os animais seguros, afastando os mosquitos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui