Instituição da PF encaminha Carta Pública a Bolsonaro
Associação Nacional solicita que Bolsonaro assuma o compromisso de garantir autonomia ao novo diretor, bem como, autonomia financeira à PF.
Por: Joey Phillipe / 27 de Abril de 2020 às 11:00:10

[spns_amp_optin subscribe='Assistir Notícias Ao Vivo' unsubscribe='Remover inscrição']

Neste domingo, 26 de abril, a Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal (ADPF) enviou uma carta pública ao presidente Jair Bolsonaro. No documento, a associação solicita autonomia financeira para a Polícia Federal e que se estabeleça um mandato para o diretor-geral da instituição.

Além disso, a entidade pede que Bolsonaro assuma um compromisso público afirmando que o novo diretor-geral irá possuir “autonomia total” para formação de equipe. Não sendo obrigatório o repasse de informações ao governo federal, bem como, abrir e interferir em investigações a partir de interesses políticos.

Segundo a Associação, tais medidas contribuirão para a “dissipação de dúvidas” referentes as intenções de Bolsonaro quanto à Polícia Federal.

A assessoria do Palácio do Planalto afirmou que não vai comentar a carta recebida pela Associação, após ser procurada pela TV Globo.

Mais sobre a Carta da ADPF à Bolsonaro
Instituição da PF encaminha Carta Pública a Bolsonaro – Foto: Terça Livre

No instrumento textual, encaminhado ao presidente Jair Bolsonaro, a Associação Nacional de Delegados apresenta também algumas explicações. Sobre as prerrogativas para nomeação do diretor-geral da PF, sobre a competência para solicitar investigações, sobre o acesso a informações de investigações.

Bem como, sobre a apuração do episódio em que Jair Bolsonaro foi esfaqueado durante a campanha eleitoral de 2018.



Seguidamente, a associação declara: “Provavelmente se as premissas e esclarecimentos acima tivessem sido compreendidos e corrigidos os possíveis entraves de comunicação entre vossa excelência e a Polícia Federal, os fatos que presenciamos nesta semana não teriam ocorrido e não estaríamos vivenciando as circunstâncias atuais…”

E continua: “…Da maneira como ocorreu, há uma crise de confiança instalada, tanto por parte de parcela considerável da sociedade, quanto por parte dos delegados de Polícia Federal, que prezam pela imagem da instituição…”

A ADPF completa: “…Nenhum delegado quer ver a PF questionada pela opinião pública a cada ação ou inação. Também não quer trabalhar sob clima de desconfianças internas”.

Sobre mais os pedidos feitos a Presidente

Contudo, a associação pede ainda que Bolsonaro encaminhe urgentemente um projeto, ao Congresso, para fixar mandato para o diretor-geral. Bem como, que a escolha seja realizada mediante relação previamente apresentada pelo conjunto de delegados ao presidente da República, após ocorrência de sabatina.

A proposta, visa prever garantia de autonomia para o diretor-geral da Polícia Federal, para que possa nomear e exonerar os titulares das funções internas da PF.

A associação afirma: “Tais medidas irão construir um ambiente institucional menos tenso e, certamente, constituirão um legado de seu governo para o Brasil, contribuindo para a dissipação de dúvidas sobre as intenções de vossa excelência em relação à Polícia Federal”.

Instituição da PF encaminha Carta Pública a Bolsonaro

Postado por: Joey Phillipe
Sou redator, curto a área de informática, gosto de games e esportes.

Load more

Notícias relacionadas

Receba nossas notícias NO CELULAR

Receba nossas NEWSLETTER

Futebol ao Vivo Receita Notícias Futebol ao Vivo