11 de Julho de 2019, atualizado ás 17:07

Izabella Camargo volta à Globo por decisão judicial, mas é barrada



Por: | Notícias

Compartilhar:
         

A jornalista Izabella Camargo, que foi dispensada pela Globo por motivo de doença ano passado, retornou à emissora após uma determinação judicial. Porém, a emissora não aceitou a decisão da justiça e a impediu de retomar suas atividades nesta quarta-feira (10).

Izabella Camargo estava de licença médica após ser diagnosticada com a Síndrome de Burnout. A doença surge quando o indivíduo passa por momentos de stress aliados a desgastes físicos e emocionais no seu ambiente de trabalho.

O caso foi julgado na 24ª Vara do Trabalho, e segundo o juiz José Aguiar Linhares Lima Neto, ela não deveria ser demitida. Segundo o juiz, a síndrome tem relação com o trabalho que ela exercia, portanto, a Rede Globo agiu ilegalmente.

Veja também:

As Senhoras do Lago, mulheres poderosas e as Brumas de Avalon.

Só mulheres serão contratadas pela Universidade de Eindhoven, Holanda

Nunca fiz nada de errado – desabafa Izabella

Jornalista é impedida de voltar ao trabalho após a Globo ignorar decisão judicial (Imagem: Uol)

Segundo Izabella Camargo, ela foi atendida na calçada, fizeram questão de resolver as coisas ali mesmo: “Só fiquei do lado de fora, eu não entrei. Como era troca de turno, foi muito bom ser abraçada por pessoas que vibraram com a notícia”, comentou a jornalista ao Uol.

Izabella chegou na emissora acompanhada do seu advogado e do seu marido Thiago Godoy. Para a jornalista foi um momento de rever seus companheiros de trabalho, e também disse:  

Nunca fiz nada de errado. Por isso a minha sensação é muito boa, porque exerci comigo o que exerci na reportagem: buscar a verdade e a lei. Como era troca de turno, foi muito bom ser abraçada por pessoas que vibraram com a notícia”. finaliza Izabella.

Entretanto, a Rede Globo até o momento não se pronunciou sobre o caso.

Síndrome de Burnout

Síndrome é causada por desgaste físico e mental do trabalhador (Imagem: Jornal Grande Ba)

Segundo o Ministério da Saúde, esta síndrome é causada por “um estado físico, emocional e mental de exaustão extrema. Resultado do acúmulo excessivo em situações de trabalho que são emocionalmente exigentes e/ou estressantes”.

O agravante é, em resumo, o excesso de trabalho. Por isso esta síndrome é comum em profissionais que atuam diariamente sob pressão e com responsabilidades constantes.

A jornalista Izabella Camargo declarou que os seis anos em que trabalhou na madrugada à frente das previsões do tempo no Hora 1, foram os mais exaustivos da sua carreira.

Ficou interessado em saber outras notícias? Então siga agora mesmo nossas páginas do Facebook e do Instagram. Permita notificações para receber mais notícias 24 horas por dia de diversos assuntos. Acesse e saiba mais!




Anderson Gomes

Professor de Física e estudante de Engenharia Civil, gosto de uma boa música, games e, acima de tudo, estar com minha família.

  

0 Comentários