Jair Bolsonaro testa positivo para Covid-19 e já usa a hidroxicloroquina



"Não precisa entrar em pânico...estou bem, tranquilo, graças à Deus", afirma Bolsonaro durante entrevista coletiva.
Anderson Gomes - 07 de Julho de 2020 às 14:46:00

O presidente Jair Bolsonaro , anunciou ao vivo na televisão que testou positivo para covid-19.

“Deu positivo”, disse Bolsonaro, usando máscara, a um grupo de repórteres escolhido a dedo nesta terça-feira (07), na hora do almoço, fora de sua residência oficial.


RELACIONADAS



“Não há motivo para medo. Isso é vida ”, acrescentou o presidente. “A vida continua. Agradeço a Deus por minha vida e pelo papel que me foi dado para decidir o futuro dessa grande nação que se chama Brasil . ”

Em março, quando o Covid-19 atingiu suas primeiras vítimas no Brasil, o o presidente chegou a comentar que, se infectado, ele rapidamente se livraria da doença graças ao seu “histórico de atleta”.

Desde então, Bolsonaro continuou a participar de eventos sociais e comícios políticos, muitas vezes usando máscaras incorretamente ou sem usá-las.

“Começou domingo, com uma certa indisposição, se agravou na segunda-feira, com cansaço, indisposição e febre de 38 graus. O médico da presidência, apontando a contaminação por covid-19, fui fazer uma tomografia no hospital. Equipe médica decidiu dar hidroxicloroquina e azitromicina. Como acordo muito durante a noite, depois da meia-noite senti uma melhora, às 5 da manhã tomei a segunda dose e estou me sentindo bem”, disse Bolsonaro.

Bolsonaro esteve presente na casa do embaixador dos EUA 3 dias atrás
Jair Bolsonaro testa positivo para Covid-19 e já usa a hidroxicloroquina

Depois de anunciar seu resultado positivo na terça-feira, Bolsonaro se afastou dos repórteres a quem estava se dirigindo, removeu a máscara e, sorrindo, disse:

“Basta olhar para o meu rosto. Estou bem, tudo bem, graças a Deus … Obrigado a todos que oraram por mim … e a quem me critica, sem problemas, continue criticando o quanto quiser. ”

Bolsonaro também continuou a minimizar o que ele chamou de tentativas exageradas e indutoras de pânico por parte de governadores e prefeitos brasileiros de retardar a propagação do vírus por meio de desligamentos e distanciamento social.

“Algumas autoridades até proibiram as pessoas de irem à praia”, reclamou Bolsonaro, antes de afirmar: “A maioria dos brasileiros contrai esse vírus e não percebe nada”.

O diagnóstico de Bolsonaro ocorre apenas três dias depois que ele almoçou na casa do embaixador dos EUA no Brasil, Todd Chapman, na capital, Brasília.

Também estiveram presentes na celebração do Dia da Independência vários membros do gabinete. Entre eles, o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, ministro da Defesa, Fernando Azevedo, e o filho do presidente, Eduardo. Os homens foram fotografados sem máscaras.

Relatos de possível infecção de Bolsonaro surgiram pela primeira vez na noite de segunda-feira. As agências de notícias locais informando que ele havia sido testado após desenvolver sintomas de coronavírus, incluindo temperatura de 38 ° C e tosse persistente.

O jornal O Globo disse que o presidente começou a reclamar de cansaço na noite de sábado, depois do almoço com o embaixador dos EUA, e continuou se sentindo mal no domingo.

Calos Bolsonaro criticou ataques ao presidente

Na noite de segunda-feira Carlos Bolsonaro atacou críticos de seu pai, que ele alegou estarem dispostos à morte do presidente:

“O imenso número de pessoas torcendo pela morte do chefe do executivo agora deve desencadear uma demonstração imediata de solidariedade de outros líderes [políticos]”, twittou Carlos Bolsonaro.

Outro político de destaque, o prefeito da maior cidade da Amazônia, foi levado de avião para o hospital de São Paulo na segunda-feira, depois de também ter adoecido com coronavírus na semana passada .

“Os médicos estão otimistas e nós também”, disse Arthur Virgílio, que estava recebendo apoio respiratório não invasivo, em uma mensagem do WhatsApp para o Guardian.

VEJA TAMBÉM



Postado por: Anderson Gomes
Sou redator e professor de Física, curto uma boa música, games e, acima de tudo, estar com minha família.