Em São Paulo, a estação Sé do metrô, sentido a Jabaquara na linha 1-azul, recebeu gradis para evitar aglomerações de passageiros e até uma máscara desenhada no próprio metrô. As ações no transporte público tentam chamar a atenção da população para os riscos da COVID-19.

O novo sistema de gradis será aplicado entre às 6h30 e 9h, horários de pico na estação. Além disso, faixas estarão fazendo a orientação dos passageiros nas áreas laterais e plataforma.


RELACIONADAS



De acordo com a empresa, o controle do fluxo visa também a segurança física dos passageiro, pois antes da instalação algumas pessoas eram vistas correndo, pondo em risco a própria vida durante o embarque, explicou.

‘Metrô de máscara’ chama a atenção para o uso obrigatório do item

Metrô de São Paulo recebe gradis e máscaras para alertar sobre os riscos da COVID-19 - foto: reprodução
Metrô de São Paulo recebe gradis e máscaras para alertar sobre os riscos da COVID-19 – foto: reprodução

Além da presença do gradil, uma máscara também foi desenhada no metrô, alertando sobre a obrigatoriedade do uso de proteção a todo momento.

Em 4 de maio, o Governo de São Paulo decretou o uso obrigatório de máscaras em todo o estado. Tal medida se tornou responsabilidade das prefeituras fiscalizar e penalizar situações arbitrárias.

“A partir de hoje já passa a valer a obrigatoriedade do uso de máscaras em todos os meios de transporte público e privado e agora estendemos isso a toda população, com o objetivo de proteger os brasileiros de São Paulo, para que tenham menos possibilidade de serem infectados ou irem a óbito”, disse João Doria, Governador de São Paulo.

Governo de SP avalia transição para a fase verde do plano de quarentena

Governador de São Paulo, João Doria, reafirma a quarentena em São Paulo até a chegada da vacina - foto: reprodução
Governador de São Paulo, João Doria, reafirma a quarentena em São Paulo até a chegada da vacina – foto: reprodução

Nesta sexta-feira (18), o governador João Doria anunciou que estará sendo permitida a reabertura dos parques temáticos do estado a partir da próxima quarta-feira, 23 de setembro.

Atualmente, São Paulo passa pela fase amarela do plano de quarentena. No entanto, o Governo estuda a mudança para a fase verde nos próximos dias, entre 20 de setembro e 10 de outubro.

Com a transição para a fase verde, algumas atividades, antes restritas e tomadas como não essenciais, estarão sendo liberadas.

Os critérios utilizados são os resultados obtidos nas últimas semanas, como a queda no número de internações, controle do número de óbitos e a colaboração da população no enfrentamento da COVID-19.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui