De acordo como a revista ‘National Geographic’, o primeiro cachorro que testou positivo para a Covid-19 foi sacrificado no início desse mês. Buddy era um cão da raça Pastor Alemão, tinha 7 anos, e seus sintomas começaram a aparecer no mês de abril. O caso aconteceu nos Estados Unidos.

Segundo informações, no mês de abril seu dono Robert Mahoney estava com os sintomas da Covid-19 e se recuperava em casa. Ademais, o cachorro começou apresentar sintomas semelhantes, como nariz entupido e dificuldade para respirar. Contudo, Buddy não apresentou melhoras, e sua saúde foi se deteriorando.


RELACIONADAS



E então no dia 11 de Julho, seus donos tomaram a difícil decisão de sacrificá-lo. Visto que o cão começou a piorar drasticamente, vomitando sangue, não andava, e havia sangue em sua urina. Os veterinários dizem que o vírus da Covid-19 foi mais grave em Buddy pois provavelmente ele já tinha um linfoma.

Confira Mais informações sobre o caso !

O cão da raça pastor alemão testou positivo para a Covid-19, e infelizmente teve que ser sacrificado
O cão da raça pastor alemão testou positivo para a Covid-19, e infelizmente teve que ser sacrificado

Mas antes de conferir mais detalhes sobre o assunto, recomendamos que acesse a guia de notícias e clique no botão azul Criar alerta. Assim você ficará informado sobre todas as notícias do Brasil e do Mundo.

O dono de Buddy disse que “Sem sombra de dúvidas, eu pensei que ele era positivo” antes de fazer o exame. O diagnóstico foi difícil de se obter, pois grande parte das clínicas veterinárias fecharam. Outros duvidavam que um cachorro pudesse estar contaminado com a Covid-19.

Por fim, eles finalmente encontraram uma clínica que realizava exames em animais. E como resultado, os dois cachorros da família testaram positivo! O cão mais novo, de apenas 10 meses não teve nenhum sintoma. Até agora, nos EUA, 12 cães e 10 gatos estão infectados com o vírus.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui