09 de Janeiro de 2019, atualizado ás 14:01

Mourão oferece explicação para Bolsonaro sobre súbita promoção do seu filho no Banco do Brasil



Por: | Notícias

Compartilhar:
         

O filho do vice-presidente Mourão, Antônio Hamilton, foi promovido de maneira súbita ao cargo de assessor especial do presidente do Banco do Brasil e provocou uma onda de críticas, polêmicas e desconfiança. Diante da repercussão, o braço direito de Bolsonaro se explicou ao presidente da República sobre o caso.

Mourão oferece explicação para Bolsonaro sobre súbita promoção do seu filho no Banco do Brasil

Siga A Folha Hoje no Google News – Clique Aqui

Promoção do filho de Mourão

Na última terça-feira (08) foi comunicada a promoção de Antônio Hamilton Mourão, filho do vice presidente, para o cargo de assessor especial. Com a nova posição, ele irá começar a receber um salário de R$36 mil, que é o triplo do que recebia até então.

A medida adotada e defendida pelo vice-presidente e pelo próprio comando do Banco do Brasil, gerou uma grande onda de polêmicas sobre o atual governo.

A repercussão foi tamanha, que Mourão teve de se explicar para Bolsonaro, que teve como base da sua campanha política um discurso crítico sobre os privilégios governamentais e a meritocracia dentro do serviço público. No entanto, o presidente não comentou nada a respeito do assunto.

Mourão oferece explicação para Bolsonaro sobre súbita promoção do seu filho no Banco do Brasil

Mourão diz que a promoção foi por mérito

De acordo com Mourão, a promoção dada ao seu filho foi por mérito. O motivo dela não ter ocorrido anteriormente à sua posse, foi porque Antônio Hamilton teria sido vítima de uma dura perseguição por ser filho de Mourão.

Ainda segundo o vice-presidente, Antônio é um funcionário com mais de 19 anos de experiência no Banco do Brasil, que estava há 11 anos na Diretoria do setor de Agronegócios da instituição. Foi após a posse do presidente do banco, Rubem Novaes, que ele teria sido promovido a assessor.

Leia também

Presidente Bolsonaro recua na decisão sobre base americana no Brasil

Presidente Bolsonaro é aconselhado a não falar sobre temas econômicos

Promoção gera estranheza em funcionários do BB

A súbita promoção concedida a Antônio Hamilton foi vista com grande estranheza pelos demais funcionários do BB. Segundo eles, esse tipo de cargo exige um nível muito alto de conhecimento específico sobre a instituição.

Além disso, os outros funcionários que ocuparam o cargo, tiveram postos de destaque dentro da instituição antes serem promovidos a assessores especiais da presidência, algo que não aconteceu com o filho de Mourão.

Uma prova disso é que a ex-assessora especial, Marília Prado de Lima, ocupou o cargo de superintendente do Varejo e Governo do banco em Brasília. Somado a isso, Sidney Passeri, que também foi assessor, ocupou o cargo executivo de gerente do BB antes da promoção.




Redação A Folha Hoje

https://www.afolhahoje.com/

A Folha hoje é um portal Notícias, Entretenimento e Conteúdo de nichos específicos como, concurso público, dicas de cartão de crédito, resultados de loterias, e muito mais. Para falar conosco envie um e-mail para contato.afolhahoje@gmail.com

  

0 Comentários