-Publicidade-

MPF pede multa de R$ 1 milhão ao SBT pela exibição do “Miss Infantil”

Ministério Público Federal (MPF) condena não somente o SBT, mas também Silvio Santos e a União por permitir que o programa fosse ao ar

-Publicidade-

Segundo o MPF o quadro “Miss Infantil“, que foi ao ar em setembro de 2019 no SBT, estaria expondo crianças de 7 a 10 anos de forma ‘erotizada, em roupas de banho e com perguntas de teor sexual’.

O procurador Camões Boaventura, autor da ação, condenou a postura de Silvio Santos e entrou com uma Ação Civil Pública contra ele, sua emissora e a União.

O valor cobrado pelo MPF é de R$ 1 milhão por danos morais coletivos, que será destinado ao Fundo Nacional para a Criança e o Adolescente (FNCA).

Além disso, a ação do Ministério Público também exige que o SBT transmita um programa educativo que fale sobre os riscos da ‘adultização’ e da sexualização de crianças e adolescentes.

-Publicidade-

Caso o SBT não atenda o pedido, a emissora terá que pagar uma multa diária de R$ 100 mil. A União também fará parte da ação indenizatória, pois de acordo com o MPF houve falta de fiscalização por parte do Estado.

Exposição vexatória e a escolha do ‘colo mais bonito’

MPF pede multa de R$ 1 milhão ao SBT pela exibição do "Miss Infantil"
MPF pede multa de R$ 1 milhão ao SBT pela exibição do “Miss Infantil”

-Publicidade-

Em um determinado momento do concurso “Miss Infantil”, Silvio Santos chegou a perguntar para o auditório e demais jurados qual participante teria ‘as pernas mais bonitas, o colo mais bonito, o rosto mais bonito e o conjunto mais bonito’.

No mesmo dia a programação sofreu duras críticas nas redes sociais. Os internautas questionaram o nível das perguntas e o porquê dessas crianças estarem passando por essa situação embaraçosa.

Silvio Santos demonstrou claramente que não tinha um diálogo planejado, pois foram ditos vários outros absurdos como “Você vai crescer assim toda exibida como você é?” ou “Por que botaram lacinho na sua cabeça? Você não se sente mais infantil com lacinho na cabeça? Quem botou? Fala sério. Fala pra sua mãe que isso aí é coisa de criancinha”.

Esses acontecimentos trouxeram à lembrança o episódio que ocorreu em 2016. Nele, Silvio Santos pergunta para uma criança se ela preferia “sexo, poder ou dinheiro”. Os colegas de palco e os demais participantes ficaram claramente constrangidos na época. O SBT ainda não se pronunciou sobre a decisão do MPF.

-Publicidade-

Algumas opiniões sobre a programação no twitter

https://twitter.com/__bbeck/status/1150566151212191756
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua navegação. Ao continuar navegando você concorda com a nossa Política de Privacidade e nossos termos de uso Aceitar Ler Política