Deste vez, mais uma notícia envolvendo um policial da cidade de Allentown, no estado da Pensilvânia, as cenas foram gravadas por uma mulher que passava de carro pelo local.

Em resumo, o vídeo mostra um policial colocando o joelho em cima do pescoço de um homem enquanto outros dois já o imobilizavam.


RELACIONADAS



Durante a cena, o homem no chão grita “mira, mira” – “olha, olha” em espanhol -, chamando a atenção para a forma como o policial colocava o joelho sobre o pescoço dele.

Do mesmo modo, é um caso semelhante ao que levou a morte de George Floyd, assim dito pelo advogado de Floyd, Ben Crump: “Isso aconteceu ontem e foi exatamente o que levou à morte de #GeorgeFloyd”, escreveu ele em seu Twitter.

As filmagens duram cerca de 30 segundos, até que uma funcionária de um hospital universitário intervém e bloqueia a visão.

A prisão aconteceu neste sábado (11), ao lado do Hospital Sagrado Coração de São Lucas, o hospital não se pronunciou sobre o caso.

Além disso, as autoridades não revelaram o que teria provocado a prisão do homem, e acrescenta que o suspeito não pode comentar o caso até que o processo esteja concluído.

Após a divulgação do vídeo, de imediato manifestantes realizaram protestos na região

No vídeo, o policial se ajoelha sobre o pescoço do homem, a mulher que gravou a cena diz que ficou chocada - foto: reprodução
No vídeo, o policial se ajoelha sobre o pescoço do homem, a mulher que gravou a cena diz que ficou chocada – foto: reprodução

A manifestação ganhou força através do Facebook, onde o grupo local do Black Lives Matter entrou em confronto com o prefeito de Allentown.

Atualmente, os Estados Unidos passam por uma forte onda de protestos antirracistas, que começou após a morte de George Floyd, um homem negro que foi asfixiado por um policial branco, ganhando repercussão internacional.

Segundo o chefe de polícia, Glenn Granitz Jr., ele ainda não sabe o que dizer sobre o acontecido: “Não tenho um horário de 24 horas à 48 horas [para falar]”, disse ele.

Para receber todas as notificações e ficar por dentro das notícias mais recentes, acesse a página de alertas e clique no botão azul “Criar alerta“, e se mantenha sempre informado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui