Inicio » Notícias » Após polêmica sobre o filme, Danilo Gentili resgata postagens de deputado e o compara a pedófilo

Após polêmica sobre o filme, Danilo Gentili resgata postagens de deputado e o compara a pedófilo

Nesta semana, o filme ‘Como se tornar o pior aluno da escola’, do humorista, passou a ser acusado de fazer apologia à pedofilia.

A troca de farpas continua após o início da polêmica nesta semana com o lançamento do filme estrelado pro Danilo Gentili. As acusações de apologia à pedofilia feitas por parte da ala bolsonarista ao humorista i acabaram se transformando em um bate-boca entre o comediante e o deputado estadual cearense André Fernandes (PL). Gentili resgatou publicações do parlamentar de 2012 e o acusou justamente de fazer apologia à pedofilia. Fernandes respondeu alegando que tinha 14 anos à época das postagens.

Há alguns dias, o filme ‘Como se tornar o pior aluno da escola’ passou a ser criticado nas redes sociais. No entanto, foi no último domingo (13), que uma ala de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL) passou a endossar as críticas com mais veemência, inclusive Fernandes.

Nesta quinta-feira (17), o humorista resgatou uma publicação em que o cearense responde a uma pergunta: “‘Tio o que é pedofilia?’ Vem cá sobrinha senta no meu colo pra eu te explicar”.

Diante da mensagem, Gentili criticou. “Ao que parece, o deputado bolsonarista a favor da censura que acusa os outros de apologia a pedofilia é mais parecido com o vilão do meu filme do que eu pensava: posa de super moralista e corretão mas olha o tipo de pensamento que ele não se aguenta e expressa logo cedo”, escreveu.

A publicação original foi apagada por André Fernandes logo em seguida. Gentili, no entanto, resgatou outra publicação do deputado cearense: “‘Namoraria uma mina de 12 anos?’ a depende se ela não roubar os brinquedos do meu sobrinho”, publicou Fernandes em 2012.

Danilo Gentili também republicou mais uma mensagem do cearense, dessa vez em 2013. “Não basta ser nego, tem que ter o cabelo ruim e pintado de loiro”, escreveu.

Também nas redes sociais, Fernandes respondeu o humorista. “Legal falar de uma postagem irônica de uma criança de 14 para aliviar as barbáries de um marmanjo de mais de 40”, acusa o cearense, alegando que, em 2012, tinha apenas 14 anos.

Ele também negou que tenha sido preconceituoso e resgatou publicações de 2012 onde nega ser racista.