Argentina aprova lei que obriga presença de trans em vagas na administração pública

No mês do orgulho LGBTQIA+, o parlamento argentino cria ferramentas para empregabilidade dessa população na administração pública e no setor privado; entenda

Por: Gabriel Brolli - Jornalista
26/06/2021 às 09:13 - atualizado em 25/06/2021 às 11:34

Compartilhe: faceboook twitter whatsapp

No mês do Orgulho LGBTQIA+, a Argentina aprovou uma lei que incentiva a inserção de pessoas trans no mercado de trabalho. Assim, o Estado passa a ser obrigado a reservar pelo menos 1% de suas vagas da na administração pública para travestis, transexuais e transgêneros.

Além disso, a nova medida também cria incentivos fiscais para que empresas privadas abram o mesmo espaço.

Então, nesta sexta-feira (27), o parlamento argentino deu aval para continuação da promulgação da “lei trans”. Ela já contava com a aprovação do Senado, e passou na Câmara dos Deputados com 55 votos a favor e apenas 1 voto contra.

Argentina aprova lei que obriga presença de trans em vagas na administração pública
Argentina aprova lei que obriga presença de trans em vagas na administração pública (Foto: Reprodução/Pexels)

A ideia é que o projeto passe a olhar para essa população. Pessoas trans são expulsas de casa, marginalizadas e não encontram espaço na educação ou mercado de trabalho. Dessa forma, a iniciativa visa incluir essas pessoas em sociedade, estendendo uma mão em forma de legislação.

Na Argentina, a expectativa de vida de pessoas trans é de apenas 40 anos. Além disso, 1 a cada 10 pessoas trans tem um trabalho digno. Enquanto isso, o restante costuma encontrar subsistência no mercado da prostituição. Por fim, a lei estimula a contratação de pessoas trans no setor privado pela dedução de impostos nessas vagas.

Dúvidas, critícas e sugestões? Fale com a gente
Acompanhe a Folha Hoje nas Redes! faceboook twitter youtube instagram Google News

Gabriel Brolli
Gabriel Brolli é jornalista. Com experiência em tradução, redação e produção de conteúdo para redes sociais, já colaborou para grandes veículos de comunicação. Saiba mais sobre Gabriel em seu perfil!