Bruno Covas se afasta da Prefeitura de São Paulo para tratar câncer

Com a decisão, o vice-prefeito da cidade, Ricardo Nunes (MDB), deve assumir a gestão da cidade.

Por: Fredson Navarro - Jornalista
03/05/2021 às 14:09 - atualizado em 29/05/2021 às 18:09

Compartilhe: faceboook twitter whatsapp

Nesta segunda-feira (3) o prefeito de São Paulo, Bruno Covas, que voltou a ser internado para fazer uma série de exames, anunciou que vai se licenciar do comando da cidade por um mês para se dedicar ao tratamento de um câncer. O pedido de afastamento do cargo por 30 dias.

“Nesses últimos meses, a vida tem me apresentado enormes desafios. Tenho procurado enfrentá-los com fé, cabeça erguida e com muita determinação. (…) Nesse momento, com muita força e foco que preciso colocar na minha saúde, fica incompatível o exercício responsável de minhas funções como Prefeito de São Paulo, por isso, vou solicitar à Câmara de Vereadores uma licença do cargo pelo período de 30 dias, para me dedicar integralmente à minha recuperação” — Disse Covas.

A assessoria de comunicação da prefeitura de São Paulo reforçou que o lecenciamento do cargo, em nada tem a ver com o agravamento da doença, mas com a necessidade de um tratamento mais intensivo nesse momento.

Com a decisão, o vice-prefeito da cidade, Ricardo Nunes (MDB), deve assumir a gestão da cidade assim que a Câmara Municipal de SP autorizar.

Bruno Covas

Dúvidas, critícas e sugestões? Fale com a gente
Acompanhe a Folha Hoje nas Redes! faceboook twitter youtube instagram Google News

Fredson Navarro
Fredson Navarro é jornalista, formado em 2005 pela Universidade Tiradentes. Atua no mercado sergipano há mais de 15 anos. Saiba mais sobre Fredson em seu perfil!