Inicio » Notícias » Denúncia: Poluição Sonora, Tráfico E Exploração Sexual Infantil Na Orla Da Atalaia

Denúncia: Poluição Sonora, Tráfico E Exploração Sexual Infantil Na Orla Da Atalaia

Moradores próximos à região reclamam da falta de policiamento

O Ministério Público de Sergipe (MPSE) investiga denpuncias de tráfico de drogas, exploração sexual infantil e poluição sonora na Orla da Atalaia, em Aracaju.

As denúncias, que foram feitas por pessoas que moras nas adjacências da Cinelândia.

Os moradores relatam que há sons altos, vandalismo e brigas no estacionamento da região, principalmente no período de sexta a domingo, invadindo as horas da madrugada.

Ministério Público de Sergipe
Ministério Público de Sergipe / Imagem: Reprodução

O Promotor de Justiça Eduardo Lima de Matos questionou aos órgãos sobre a regularização dos food trucks presentes no local, horário de funcionamento desse comércio na região, informações sobre policiamento ordinário e investigação de crimes na área.

A Emsurb informou que a gestão da área é do município de Aracaju e que há 34 estabelecimentos cadastrados no local, obedecendo a legislação sobre o tema.

A SSP/SE disse que tratará com a unidade policial responsável a respeito das denúncias de tráfico de drogas e exploração sexual infantil na região, para repressão dos referidos crimes.

Drogas e prostituição tomam conta das ruas da Atalaia
Drogas e prostituição tomam conta das ruas da Atalaia / Imagem: Reprodução

O órgão acrescentou que há um novo gestor no Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (CIOSP), que está planejando a readequação das câmeras de segurança ao longo da Orla de Atalaia.

Além das medidas alinhadas, o Ministério Público de Sergipe também cobrará um plano de gestão para a localidade, com o detalhamento da ação do poder público que assegure um espaço democrático, seguro e acessível a todo cidadão.

Via A8SE