Ex-vereador por Aracaju, José Rafael Oliveira, morre aos 80 anos; filho presta homenagem

Ele chegou a tomar a primeira dose da vacina contra a Covid-19 mas não resistiu ao vírus.

Por: Fredson Navarro - Jornalista
04/06/2021 às 00:07 - atualizado em 04/06/2021 às 11:07

Compartilhe: faceboook twitter whatsapp

Faleceu no dia 31 de maio o ex-vereador de Aracaju, José Rafael de Oliveira, aos 80 anos. Ele foi contaminado pela Covid-19 e não resistiu. Ele tomou a primeira dose da vacina contra o vírus.

Natural de Arauá, irmão do Padre Pedro e de J. Inácio, foi professor de Economia na Universidade Federal de Sergipe, foi vereador por dois mandatos nos anos 1980, exerceu alguns cargos públicos e era um apaixonado pelo futebol.

Um dos seus filhos, o músico Rafael Júnior, prestou uma homenagem ao pai através do Instagram. Confira:

“Ele fez muitos amigos e, além de boêmio, era um boleiro nato. Quando não conseguiu mais jogar, foi pra arbitragem (pelo menos estava ali, fazendo o que gostava). Era vascaíno e gostava de uma gelada, de serestas, de dançar, e de contar histórias. Escrevia (muito bem, por sinal) os próprios discursos e também o de alguns colegas – como o pai de @sergioguerravenice -, além de ter escrito artigos para diversos jornais sergipanos. Gostava de criar jargões próprios, de degustar iguarias em lugares pouco prováveis, e gostava de música também.

Se casou com Dona Neide e teve 9 netos, de 5 filhos: Sandro Riberto, Sérgio Ricardo, Rafael Júnior, Fabio Alexandre e
Flávia Rafaela.

Tinha seus defeitos mas era um bom homem, um pai sempre presente e que nos apoiava em tudo o que quiséssemos ser ou fazer – até ser músico! Nos últimos 10 ou 12 anos era acamado, com Alzheimer e polimedicado, mas nunca perdeu o bom humor e a única pessoa que nunca confundiu o nome foi o da sua companheira de vida, sua esposa e amada. Até os últimos dias, ele enchia a casa de alegria, e agora há um imenso vazio em nosso lar, como um “buraco negro” no infinito, e fará muita falta.

Fizemos de tudo pelo melhor conforto, por um fim de jornada digno, do jeito que ele merecia. E assim também foi na UTI do Hospital Cirurgia, com uma equipe maravilhosa e que fez o melhor. Aqui agradeço, em nome da família, aos médicos @veiga_kiko e Luis Flávio, à psicóloga Camila e aos enfermeiros, além do atendimento inicial do SAMU”.

Dúvidas, critícas e sugestões? Fale com a gente
Acompanhe a Folha Hoje nas Redes! faceboook twitter youtube instagram Google News
Fredson Navarro

Fredson Navarro
Fredson Navarro é jornalista, formado em 2005 pela Universidade Tiradentes. Atua no mercado sergipano há mais de 15 anos. Saiba mais sobre Fredson em seu perfil!