Hospital Primavera comemora alta médica de 1.500 pacientes com Covid-19

O dia 23 de julho foi marcado de emoção e alegria para os médicos, enfermeiros, psicólogos e toda equipe multidisciplinar do Hospital Primavera, após registrar 1500 altas médicas de pacientes com a Covid-19.

Por: Fredson Navarro - Jornalista
26/07/2021 às 13:07 - atualizado em 26/07/2021 às 13:30

Compartilhe: faceboook twitter whatsapp

O dia 23 de julho foi marcado de emoção e alegria para os médicos, enfermeiros, psicólogos e toda equipe multidisciplinar do Hospital Primavera, após registrar 1500 altas médicas de pacientes com a Covid-19. O átrio, no 4º andar, foi o lugar escolhido para receber balões, colaboradores e a Banda de Música da Polícia Militar, que executou um repertório eclético com músicas que emocionaram os participantes.

Desde o início da pandemia foram realizados mais de 29 mil atendimentos em estrutura preparada com 50 leitos de UTI e 70 distribuídos nos apartamentos e enfermarias.

O gerente médico do Internamento, Dr. Enilson Vieira, aproveitou o momento para agradecer a todos profissionais que foram responsáveis na recuperação dos pacientes e no empenho da equipe multidisciplinar que atuou e atua na linha de frente de combate à doença, levando assistência segura aos internados, como também ao tratamento em tempo hábil.

“Desde que o Hospital passou a atender pacientes com a Covid-19, cada alta médica é motivo de alegria para todos nós. O sentimento é de gratidão, respeito e ter a capacidade de reinventar, transformar e ampliar unidades com o propósito de salvar vidas”, concluiu.


Formado há 18 anos, o médico e coordenador da Urgência e Emergência da Rede Primavera, Dr. Rodrigo Cabral, relembra que essa foi uma das fases mais difíceis vividas até hoje, diante de uma demanda muito grande no atendimento aos pacientes.

“Esse é um momento ímpar. A recuperação de cada paciente é uma vitória para toda a equipe de saúde. Me sinto feliz em ver o paciente grave, entubado e depois se recuperar. É preciso manter o alerta para que todos se cuidem, usem máscaras, distanciamento social e a higienização das mãos, para vencer uma doença que tirou a vida de milhares de pessoas. Estou muito feliz”, ressaltou emocionado.

Dúvidas, critícas e sugestões? Fale com a gente
Acompanhe a Folha Hoje nas Redes! faceboook twitter youtube instagram Google News

Fredson Navarro
Fredson Navarro é jornalista, formado em 2005 pela Universidade Tiradentes. Atua no mercado sergipano há mais de 15 anos. Saiba mais sobre Fredson em seu perfil!