Israel avalia cessar-fogo após 9 dias de bombardeios

Desde o início do conflito, em 10 de maio, especula-se que ao menos 219 palestinos morreram na Faixa de Gaza

Por: Caroline Brito - Jornalista
20/05/2021 às 10:20 - atualizado em 29/05/2021 às 17:04

Compartilhe: faceboook twitter whatsapp

Israel avalia possibilidade de um cessar-fogo em meio aos bombardeios que já duram 9 dias na Faixa de Gaza. As informações são de fonte militar que revelou que vem sendo estudado o momento adequado para o cessar-fogo.

Desde o início do conflito, em 10 de maio, especula-se que ao menos 219 palestinos – incluindo 63 crianças – morreram nos bombardeios israelenses na Faixa de Gaza, segundo o ministério da Saúde local.

Em Israel, por sua vez, os lançamentos de foguetes a partir de Gaza provocaram 12 mortes, de acordo com a polícia.

O conflito em Gaza começou no dia 10 de maio, quando o Hamas lançou foguetes contra Israel como “solidariedade” aos manifestantes palestinos feridos em confrontos com a polícia israelense na Esplanada das Mesquitas em Jerusalém Oriental.

Conflito entre Israel e Hamas. Imagem: Divulgação.

Dúvidas, critícas e sugestões? Fale com a gente
Acompanhe a Folha Hoje nas Redes! faceboook twitter youtube instagram Google News

Caroline Brito
Caroline Brito é jornalista, formada pela Universidade Federal do Ceará, em 2012, e mestra em Planejamento e Políticas Públicas pela UECE. Saiba mais sobre Caroline em seu perfil!