Padre faz ataques homofóbicos a casal de jornalistas da Globo e MP investiga caso

Assim como outros jornalistas, Erick Rianelli e Pedro Figueiredo demonstraram seu amor em rede nacional

Por: Gabriel Brolli - Jornalista
18/06/2021 às 11:30 - atualizado em 18/06/2021 às 16:53

Compartilhe: faceboook twitter whatsapp

No último dia dos namorados, uma declaração do repórter Erick Rianelli ao seu marido, Pedro Figueiredo, passou a circular nas redes sociais. No entanto, o momento de carinho se tornou alvo de ataques homofóbicos.

O episódio foi ao ar ainda em 2020, enquanto Erick fazia uma passagem ao vivo para o Bom Dia Rio. “Pedro Figueiredo, meu amor, meu marido, eu te amo. Feliz Dia dos Namorados para gente e para todos os casais apaixonados que estão nos assistindo”, disse o repórter, na ocasião.

Padre faz ataques homofóbicos a casal de jornalistas da Globo e MP investiga caso
Padre faz ataques homofóbicos a casal de jornalistas da Globo e MP investiga caso (Foto: Reprodução/Instagram)

A declaração voltou a circular a partir de ataques homofóbicos de um empresário de Brasília, chamado Alexandre Geleia, e de um padre no Mato Grosso.

Assim, durante realização da missa, no último domingo (13), o padre Paulo Antônio Müller se referiu ao casal de jornalistas como os “dois viados”.

“Dois viados. Um repórter e um viadinho, chamado Pedrinho. ’Prepara meu almoço, tô chegando, tô com saudade’. Ridículo. Que chamem a união de dois viados, duas lésbicas, como querem, mas não de casamento, por favor”, debochou. Veja o vídeo:

O ataque homofóbico do padre será investigado pelo Ministério Público do Mato Grosso. O órgão deverá apurar o caso, mas já afirmou que as declarações do padre extrapolaram a liberdade religiosa. Dessa forma, ele pode responder por dano moral coletivo causado à sociedade.

Além disso, o caso ainda pode entrar como ação penal, por eventual crime cometido. No entanto, injúria por homofobia ainda caminha a passos lentos no Brasil, país que mais mata pessoas LGBTQIA+ no mundo.

Por fim, em nota, a Rede Globo mostrou solidariedade por seus jornalistas, Erick Rianelli e Pedro Figueiredo. Ainda, a empresa reafirmou seu compromisso com a diversidade e disse repudiar toda forma de preconceito.

Dúvidas, critícas e sugestões? Fale com a gente
Acompanhe a Folha Hoje nas Redes! faceboook twitter youtube instagram Google News

Gabriel Brolli
Gabriel Brolli é jornalista. Com experiência em tradução, redação e produção de conteúdo para redes sociais, já colaborou para grandes veículos de comunicação. Saiba mais sobre Gabriel em seu perfil!